quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

GRANDES NOVELISTAS - AGUINALDO SILVA


Aguinaldo Silva nasceu na cidade de Carpina (PE) no dia  7 de junho de 1943. Segundo filho de uma família de classe média pernambucana, apaixonado por leitura, aos 14 anos já trabalhava e custeava seus estudos. Com seu primeiro salário, uma de suas compras foi uma máquina de escrever.

Começou sua carreira como escritor,  ainda adolescente, quando trabalhava num cartório em Recife. Seu primeiro livro editado foi Redenção Para Job, pela Editora do Autor, de Fernando Sabino.  Como jornalista, seu primeiro trabalho se deu no jornal Última Hora Nordeste. Em 1964, com o fechamento da sucursal Nordeste, Aguinaldo Silva foi transferido para a sucursal de São Paulo, mas resolveu ficar no Rio de Janeiro. Sem emprego, morou de favor na casa de um amigo no bairro da Tijuca até ser contratado pelo Última Hora do Rio, onde ficou até 1968, quando pediu demissão e foi trabalhar como free-lancer no Jornal O Globo no segmento de reportagens policiais.

Em 1978, junto com outros militantes, entre eles Adão Costa, Antônio Chrysóstomo, Darcy Penteado, Francisco Bittencourt, João Antônio Mascarenhas e João Silvério Trevisan,  fundou o pioneiro jornal semanal  Lampião da Esquina, direcionado ao público gay. O jornal circulou até Junho de 1981, quando deixou de ser editado.

Na televisão estreou em 1979, usando sua experiência de repórter policial,  como redator do seriado Plantão de Polícia, estrelado por Hugo Carvana.  Também escreveu episódios do seriado Malu Mulher, protagonizado  por Regina Duarte e Obrigado Doutor, cujo astro era Francisco Cuoco.  No início dos anos 1980, em parceria com  Doc Comparato,  escreveu as minisséries Lampião e Maria Bonita (1982), Bandidos da Falange (1983) e Padre Cícero (1984).

Sua estréia como autor de telenovelas se deu com Partido Alto (1984), em parceira com Glória Perez.  Em 1985 foi a vez de Roque Santeiro, novela iniciada por Dias Gomes em 1975 e proibida pela censura da época. O sucesso retumbante de Roque Santeiro o elevou ao status de campeão de audiência do horário nobre da TV Globo, com sucessos como O Outro (1987), Tieta (1989), Pedra Sobre Pedra (1992), Fera Ferida (1993), A Indomada (1997), Senhora do Destino (2004), Fina Estampa (2011) e Império (2014), premiada com o Emmy Internacional de melhor novela.

 Além das telenovelas Aguinaldo Silva escreveu minisséries, seriados, livros, roteiros de filmes e peças teatrais. É um dos mais bem sucedidos dramaturgos do Brasil. O garoto  de poucas posses, nascido no interior de Pernambuco, que chegou ao Rio e embrenhou-se pelas esquinas da Lapa, viveu as agruras do preconceito, desafiou a polícia da ditadura, foi preso e até ameaçado por um amante marginal de alcunha “Alemão”, militou sem medo e chegou ao topo. Hoje é um elegante e discreto senhor, com residências em Lisboa, Rio e São Paulo, mas sem acomodação e sem perder o espírito combativo e a predisposição para luta. Um vencedor, enfim.


Aqui, um pouco de sua brilhante trajetória. 

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva no Programa do Chacrinha

Aguinaldo Silva com Suzana Vieira e Wolf Maya, atriz e diretor de Senhora do Destino

Aguinaldo Silva com Wolf Maya, parceria de sucesso

Aguinaldo Silva com Suzana Vieira

Aguinaldo Silva com Viviane Araújo

Aguinaldo Silva com Marília Pêra

Aguinaldo Silva com Lília Cabral

Aguinaldo Silva na abertura da novela Senhora do Destino

Aguinaldo Silva com Alexandre Nero e Lília Cabral, os astros da novela Império 

Aguinaldo Silva e o Lampião da Esquina

o jornal Lampião da Esquina, foi um jornal pioneiro editado por Aguinaldo Silva entre os anos 1978 e 1981

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Aguinaldo Silva

Plantão de Polícia (TV Globo, 1979) foi o primeiro seriado escrito por Aguinaldo Silva

 Hugo Carvana em Plantão de Polícia

Hugo Carvana em Plantão de Polícia

Aguinaldo Silva foi um dos redatores do seriado Obrigado Doutor (TV Globo, 1981) 
Francisco Cuoco no seriado Obrigado Doutor

 Francisco Cuoco e Nicete Bruno no seriado Obrigado Doutor

Lampião e Maria Bonita (TV Globo, 1982) minissérie de Aguinaldo Silva e Doc Comparato

Tânia Alves e Nelson Xavier na minissérie Lampião e Maria Bonita

Tânia Alves e Nelson Xavier na minissérie Lampião e Maria Bonita

Jurema Penna, Sonia Borges, Roberto Bonfim e Regina Dourado na minissérie Lampião e Maria Bonita
Bandidos da Falange (TV Globo, 1982) minissérie de Aguinaldo Silva e Doc Comparato

José Mayer na minissérie Bandidos da Falange

José Mayer na minissérie Bandidos da Falange

José Wilker e Stênio Garcia na minissérie Bandidos da Falange

Stênio Garcia e Gracindo Jr. na minissérie Bandidos da Falange

Marieta Severo e Betty Faria na minissérie Bandidos da Falange
Padre Cícero (TV Globo, 1984) minissérie de Aguinaldo Silva e Doc Comparato
 Stênio Garcia na minissérie Padre Cícero

Carlos Vereza e Stênio Garcia na minissérie Padre Cícero

Roberto Bonfim e Débora Duarte na minissérie Padre Cícero

Rodrigo Santiago e Stênio Garcia na minissérie Padre Cícero

Partido Alto (TV Globo, 1984) Novela de Aguinaldo Silva e Glória Perez

José Mayer, Betty Faria e Raul Cortez em Partido Alto

Célia Helena e Raul Cortez em Partido Alto

Glória Pires, Cláudio Marzo e Elizabeth Savalla em Partido Alto

Cláudio Marzo e Elizabeth Savalla em Partido Alto

Herson Capri e Elizabeth Savalla em Partido Alto

Lílian Lemmertz e Marilu Bueno em Partido Alto

Tenda dos Milagres (TV Globo, 1985) minissérie de Aguinaldo Silva e Doc Comparato
Nelson Xavier e Chica Xavier em Tenda dos Milagres

Antônio Pompeu e Solange Couto  em Tenda dos Milagres

Francisco Milani, Chica Xavier, Gracindo Júnior e Nelson Xavier em Tenda dos Milagres

Milton Gonçalves em Tenda dos Milagres

Mário Lago e Ivan Cândido em Tenda dos Milagres

Roque Santeiro (TV Globo, 1985/86) novela de Dias Gomes e Aguinaldo Silva 

Lima Duarte, Regina Duarte e José Wilker em Roque Santeiro

Cassia Kiss, Othon Bastos e Yoná Magalhães em Roque Santeiro

Lucinha Lins, Eloísa Mafalda e Ary Fontoura em Roque Santeiro

Yoná Magalhães e Othon Bastos em Roque Santeiro

Armando Bógus e Cassia Kiss em Roque Santeiro

Lima Duarte e Regina Duarte em Roque Santeiro

Yoná Magalhães com Cláudia Raia e Isis de Oliveira em Roque Santeiro

Lima Duarte e Paulo Gracindo em Roque Santeiro

Lima Duarte, Regina Duarte e José Wilker em Roque Santeiro


O Outro (TV Globo, 1987) novela de Aguinaldo Silva

Natália do Valle, Francisco Cuoco e Yoná Magalhães em O Outro

 Francisco Cuoco e Malu Mader em O Outro

 Francisco Cuoco e Yoná Magalhães em O Outro

Eva Todor e José Lewgoy em O Outro

 Yoná Magalhães e Cláudia Abreu em O Outro

 Francisco Cuoco e Yoná Magalhães em O Outro

Vale Tudo (TV Globo, 1988) novela de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Basséres
Carlos Alberto Riccelli e Glória Pires em Vale Tudo

Renata Sorrah e Beatriz Segall em Vale Tudo

Cassio Gabus Mendes, Beatriz Segall, Nathalia Timberg e Renata Sorrah em Vale Tudo

Tieta (TV Globo, 1989/90) novela de Aguinaldo Silva, adaptada do romance Tieta do Agreste de Jorge Amado

Betty Faria em Tieta

Betty Faria e Joana Fomm em Tieta

Betty Faria com José Mayer em Tieta

Arlete Salles, Rosane Goffman, Paulo Betti, Lília Cabral e Joana Fomm em Tieta

Yoná Magalhães, Sebastião Vasconcellos, Joana Fomm e Paulo Betti em Tieta

Joana Fomm, antológica em Tieta

Joana Fomm e sua misteriosa caixa em Tieta

Marcos Paulo e Yoná Magalhães em Tieta

Betty Faria e José Mayer em Tieta

Lília Cabral, Joana Fomm e Rosane Goffman, as beatas de Tieta

Riacho Doce (TV Globo, 1990) minissérie de Aguinaldo Silva, baseada no romance homônimo de José Lins do Rego 

Carlos Alberto Riccelli e Vera Fischer em Riacho Doce

Carlos Alberto Riccelli e Luiza Tomé em Riacho Doce

Fernanda Montenegro e Carlos Alberto Riccelli em Riacho Doce
Herson Capri e Vera Fischer em Riacho Doce

Pedra Sobre Pedra (TV Globo, 1992) novela de Aguinaldo Silva

Lima Duarte e Renata Sorrah em Pedra Sobre Pedra

Mauricio Mattar,  Renata Sorrah e Lima Duarte em Pedra Sobre Pedra

Tânia Alves e Humberto Martins em Pedra Sobre Pedra

Mauricio Mattar e Adriana Esteves em Pedra Sobre Pedra

Nelson Xavier e Arlete Salles em Pedra Sobre Pedra

Armando Bógus em Pedra Sobre Pedra

Cecil Thiré, Lima Duarte, Eva Wilma e Mauricio Mattar em Pedra Sobre Pedra

Eloísa Mafalda, Andreia Beltrão, Maurício Mattar, Eva Wilma e Lima Duarte numa cena de Pedra Sobre Pedra

Humberto Martins, Luiza Tomé e Eduardo Moscovis, o núcleo dos ciganos de Pedra Sobre Pedra

O pervertido e sedutor retratista interpretado por Fábio Júnior foi um dos destaques de Pedra Sobre Pedra

Tânia Alves, Lília Cabral, Pedro Paulo Rangel e Paula Burlamaqui em Pedra Sobre Pedra

Fera Ferida (TV Globo, 1993) novela de Aguinaldo Silva, baseada em Nova Califórnia e outras obras de Lima Barreto

Edson Celulari e Giulia Gam em Fera Ferida

Suzana Vieira e Hugo Carvana em Fera Ferida. A exuberante Rubra Rosa foi um dos maiores sucessos da novela.

José Wilker, Juca de Oliveira e Lima Duarte, trio de ouro em Fera Ferida

Vera Holtz e Cassia Kiss, ótimas em Fera Ferida

Suzana Vieira e José Wilker em Fera Ferida

Arlete Salles e Cláudio Marzo em Fera Ferida

Paulo Gorgulho (Ataliba Timbó) e Cassia Kiss (Ilka Tibiriçá) garantiram o humor em Fera Ferida. Os pratos afrodisíacos que a solteirona preparava para levantar o "moral" do jogador fizeram o maior sucesso

A Indomada (TV Globo, 1997) novela de Aguinaldo Silva

A tresloucada beata Maria Altiva interpretada com paixão por Eva Wilma foi a maior atração da novela  A Indomada

José Mayer e Adriana Esteves em A Indomada

Renata Sorrah foi Zenilda, a dona do bordel em A Indomada

Betty Faria e Licurcio Spínola também brilharam em A Indomada. Ela era a austera Juiza Mirandinha e ele, seu apaixonado assessor Egídio

Eva Wilma e Cláudio Marzo em A Indomada


  Aguinaldo Silva foi um dos criadores do seriado A Justiceira (TV Globo, 1997)

Malu Mader foi a estrela do seriado A Justiceira

Malu Mader, A Justiceira

Suave Veneno (TV Globo, 1999) novela de Aguinaldo Silva
Patricia França e José Wilker em Suave Veneno

José Wilker e Glória Pires em Suave Veneno

Letícia Spiller, Nívea Maria e Irene Ravache em Suave Veneno

Sérgio Viotti, Letícia Spiller, Irene Ravache, Luana Piovani, Kadu Moliterno, José Wilker, Vanessa Lóes e Tarcísio Filho em Suave Veneno

  Irene Ravache, Luana Piovani, Letícia Spiller, Vanessa Lóes e José Wilker em Suave Veneno

Porto dos Milagres (TV Globo, 2001) novela de Aguinaldo Silva, baseada nas obras Mar Morto e A Descoberta da América pelos Turcos, ambas de Jorge Amado

Antônio Fagundes e Cassia Kiss tiveram os principais papéis de Porto dos Milagres

Camila Pitanga, Marcos Palmeira e Flávia Alessandra em Porto dos Milagres

Antônio Fagundes (Félix) e Luiza Tomé (Rosa Palmeirão) em Porto dos Milagres

Julia Lemmertz como uma beata solteirona e Wladmir Britcha como um ingênuo sedutor encantaram o público em Porto dos Milagres

Marcos Palmeira foi o principal galã de Porto dos Milagres

A ambiciosa Adma interpretada por Cassia Kiss em Porto dos Milagres tem lugar garantido na galeria de vilãs criadas por Aguinaldo Silva

 Cassia Kiss aplicando seu inseparável veneno foi uma das maiores atrações de Porto dos Milagres

Senhora do Destino (TV Globo, 2004) novela de Aguinaldo Silva

José Wilker, Suzana Vieira e José Mayer foram os protagonistas de Senhora do Destino

 Suzana Vieira e José Mayer em Senhora do Destino

Raul Cortez e Glória Menezes, o Barão e a Baronesa de Bonsucesso,  estiveram maravilhosos em Senhora do Destino

A impagável vilã Nazaré Tedesco, em interpretação arrebatadora de Renata Sorrah em Senhora do Destino, está na galeria das maiores vilãs da história da televisão. 

Renata Sorrah em Senhora do Destino

Yoná Magalhães interpretou Flaviana, uma conservadora suburbana que não dava folga ao genro viúvo, Giovani Improtta (José Wilker) em Senhora do Destino. Bárbara Borges e Heitor Martinez eram os netos criados pela avó. 

Suzana Vieira em Senhora do Destino foi a matriarca Maria do Carmo, uma viúva nordestina que se torna uma próspera comerciante na Baixada Fluminense. Eduardo Moscovis, Leonardo Vieira, Marcelo Anthony e Dado Dolabella eram os seus filhos homens. 

Dado Dolabella, Leonardo Vieira, Carolina Dieckmann, Marcelo Anthony e  Eduardo Moscovis interpretaram os filhos da matriarca Maria do Carmo (Suzana Vieira) em Senhora do Destino. A filha lhe fora roubada ainda bebê pela terrível vilã Nazaré Tedesco (Renata Sorrah) 

Wolf Maya e Ângela Vieira integravam a ala rica de Senhora do Destino. Ítalo Rossi era o mordomo

Suzana Vieira, a Senhora do Destino

Duas Caras (TV Globo, 2007) novela de Aguinaldo Silva


Duas Caras reuniu o trio Renata Sorrah, José Wilker e Suzana Vieira em mais uma novela do autor

 Dalton Vigh e Marjorie Estiano foram os protagonistas de Duas Caras

Antônio Fagundes e Lázaro Ramos foram dois destaques de Duas Caras

Stênio Garcia e Marília Pêra, como um casal milionário, também brilharam em Duas Caras 

Flávia Alessandra como uma sensual bailarina, foi uma das atrações de Duas Caras

Cinquentinha (TV Globo, 2009) seriado de Aguinaldo Silva

Marília Gabriela, Maria Padilha, Suzana Vieira e Betty Lago foram as estrelas do seriado Cinquentinha

Marília Gabriela,  Betty Lago e Suzana Vieira no seriado Cinquentinha

Fina Estampa (TV Globo, 2011) novela de Aguinaldo Silva

Lília Cabral foi a mecânica Griselda, conhecida como "Pereirão", a protagonista de Fina Estampa

Christiane Torloni, na foto com José Mayer,  foi a louquíssima vilã Teresa Cristina de Fina Estampa

  Griselda (Lília Cabral), objeto do desejo do português Guaracy (Paulo Rocha) em Fina Estampa

o milionário Chefe de Cozinha René Velmont (Dalton Vigh) também se encantou com a humilde Griselda (Lília Cabral)  em Fina Estampa

Renata Sorrah e Julio Rocha em Fina Estampa

Dalton Vigh e Christiane Torloni em Fina Estampa

Uma das maiores atrações de Fina Estampa foi o afetado Crô (Marcello Serrado), mordomo da fútil Teresa Cristina (Christiane Torloni)

A maravilhosa Lília Cabral com Paulo Rocha em Fina Estampa

Numa de suas vilanias a terrível Teresa Cristina (Christiane Torloni) mata o amante Ferdinand (Carlos Machado) eletrocutado numa banheira em Fina Estampa

Wolf Maya, na foto com Julio Rocha, como sempre acontece nas novelas de Aguinaldo Silva, acumulou, com a costumeira competência, as funções de ator e diretor geral de Fina Estampa

Lara Com Z (TV Globo, 2011) seriado de Aguinaldo Silva

Suzana Vieira e Humberto Martins em Lara Com Z

Eliane Giardini e Beatriz Segall em Lara Com Z

Dalton Vigh e Thais de Campos em Lara Com Z

Suzana Vieira e Guilherme Webber em Lara Com Z
Império (TV Globo, 2014) novela de Aguinaldo Silva

Lilia Cabral e Alexandre Nero em Império

Lilia Cabral, esplêndida em Império

Leandra Leal e Alexandre Nero em Império

José Mayer e Paulo Betti interpretaram dois gays em Império

 Em Império, José Mayer, na foto com Suzy Rego,  viveu o drama de um homem casado que se apaixona por um jovem rapaz.

José Mayer com Klebber Toledo, enfrentando preconceitos em Império

A maravilhosa Betty Faria na versão para o cinema do romance Lili Carabina, de Aguinaldo Silva

Betty Faria com Mário Gomes no filme Lili, a Estrela do Crime

Capa do programa da peça As Tias, de Aguinaldo Silva e Doc Comparato.

Edney Giovenazzi, Roberto Lopes, Suzana Vieria, Nildo Parente, Ítalo Rossi e Paulo César Pereio na peça As Tias

Aguinaldo Silva e a equipe da peça As Tias
Viviane Araújo brilhando na peça Lili Carabina, adaptação para o teatro feita por Julio Kadetti  do livro de Aguinaldo Silva
Viviane Araújo  com os atores Cleber Colombo, Mateus Carriere, Alex Gruli  e Higor Vasconcellos na peça Lili Carabina

Viviane Araújo  com os atores Higor Vasconcellos e Alex Gruli na peça Lili Carabina
Doc Comparato foi o primeiro parceiro de Aguinaldo Silva na TV Globo. Juntos escreveram Plantão de Polícia (1979), Lampião e Maria Bonita (1982)Bandidos da Falange (1983), Padre Cícero (1984) e A Justiceira (1997).  


Ricardo Linhares é o mais constante parceiro de Aguinaldo Silva nas novelas. Juntos escreveram O Outro (1987), Tieta (1989), Pedra Sobre Pedra (1992), Fera Ferida  (1993), A Indomada (1997) e Porto dos Milagres (2001). Ricardo Linhares também escreveu duas novelas a partir de argumentos criados por Aguinaldo Silva: O Campeão (TV Bandeirantes, 1996) e Meu Bem Querer (TV Globo, 1998) 

Paulo Goulart e Marília Pêra em O Campeão (TV Bandeirantes, 1996), novela de Ricardo Linhares, com argumento de Aguinaldo Silva

Alessandra Negrini e Mulilo Benício em Meu Bem Querer (TV Globo, 1998), novela de Ricardo Linhares, com argumento e Supervisão de Aguinaldo Silva

Marília Pêra em Meu Bem Querer




Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog TUDO ISSO É TV (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), Gshow, sites diversos da Internet