terça-feira, 13 de novembro de 2012

NEY LATORRACA O MENINO QUE SONHOU SER UM SUPER STAR

No livro biográfico Ney Latorraca - Uma Celebração (Ed. Imprensa Oficial), Ney Latorraca revela que aos doze anos disse para sua mãe: "Um dia você vai ver o meu nome aqui na fachada do Cine Roxy", na época, um dos maiores cinemas do Rio de Janeiro. E assim se deu.

Ney Latorraca foi atrás de seu sonho  e jamais desistiu de lutar por ele. Cursou a Escola de Arte Dramática de São Paulo, atuou sob a batuta rígida do diretor Antunes Filho, estrelou filmes de Fauzi Mansur, foi galã da diva Maria Della Costa, fez suas primeiras novelas na TV Record e finalmente estourou, em nível nacional, na TV Globo. Sucesso, glamour e tudo o que o menino Ney um dia sonhou. Para completar, um sucesso retumbante no teatro ao lado de Marco Nanini na comédia O Mistério de Irma Vap, em cartaz, sempre com casas lotadas,  por mais de dez anos.

Poucos atores viveram com tamanho frenesí a paixão pelo palco, pelas câmeras e pelo sucesso. Não por acaso, portanto, ele é um dos mais queridos atores do Brasil. Sua exuberância é festejada pelos colegas e pelos inúmeros amigos, que estiveram ao seu lado quando ele sofreu a maior das suas perdas, a sua querida Nena, a mãe que o acompanhou em todos os momentos e mereceu dele um amor sem limites.

A saúde, no entanto, deu alguns sustos no ator, desde os anos 1970 perseguido por problemas de estômago. Mas como em tudo, Ney Latorraca tirou de letra. Para alegria dos fãs, ele cotinua serelepe como sempre foi, alegrando o Brasil com sua imensa alegria.  

Ney Latorraca num postal da revista Sétimo Céu

Ney Latorraca


Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca

Ney Latorraca num poster da revista Romântica

Ney Latorraca  num ensaio para a revista Sétimo Céu nos anos 1970

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 
Ney Latorraca em ensaio sensual para uma revista dos anos 1970 - Pioneiro

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca 

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca  no teatro nos anos 1970

Ney Latorraca na peça Orquestra de Senhoritas, grande sucesso nos anos 1970

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca no filme Sedução 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca - álbum da Rio Gráfica Editora  

Ney Latorraca

Ney Latorraca  - álbum da revista Contigo 


Ney Latorraca - álbum da revista Romântica

Ney Latorraca  e Nathália Timberg: o queridinho das divas 

Ney Latorraca  e Nathália Timberg

Ney Latorraca  e Djenane Machado  

Ney Latorraca  e Djenane Machado  

Ney Latorraca e Elizabeth Savalla

Ney Latorraca e Glória Menezes 

Ney Latorraca e Glória Menezes 

Ney Latorraca e Yoná Magalhães 

Ney Latorraca e Yoná Magalhães 

Ney Latorraca e Rosemary  

Ney Latorraca e Sandra Bréa

Ney Latorraca e Pepita Rodrigues 

Ney Latorraca

Eduardo Tornaghi  Ney Latorraca, Ilka Soares,  Rosamaria Murtinho e Mauro Mendonça no famoso Baile Vermelho e Preto do carnaval carioca em 1978

Ney Latorraca com Sônia Braga e Yara Cortes 

Ney Latorraca e Terezinha Sodré

Ney Latorraca e Inês Galvão

Ney Latorraca com Suzana Vieira e Leonardo Villar

Ney Latorraca - Uma Celebração, biografia escrita por Tania Carvalho para a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo 

Ney Latorraca - Muito Além do Script, biografia escrita por Lucia Rito -  Editora  Globo

Ney Latorraca  e Rosita Tomaz Lopes 

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  
Ney Latorraca com a mãe, Dona Nena, o maior amor

Ney Latorraca com a mãe, Dona Nena

Ney Latorraca com Roberto Carlos

Ney Latorraca com a grande amiga Guta

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca com o troféu Coruja de Ouro, melhor ator de cinema
Ney Latorraca com o troféu Coruja de Ouro, melhor ator de cinema

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  
Ney Latorraca 

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca  

Ney Latorraca  

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca 

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca

Ney Latorraca



Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial


2 comentários:

  1. MEU DEUS, ONDE ESTAVA TUDO ISSO QUE EU NÃO VI??!!. QUASE MORRI AO VER TANTO CHARME, SENSUALIDADE E GOSTOSURA!. NÃO É A TOA QUE SEMPRE FUI APAIXONADA PELO NEY, MAS SINTO MAIS TESÃO POR ELE, COMO ELE É HOJE O TEMPO O DEIXOU MUITO MAIS GOSTOSO!. BENZA DEUS!

    ResponderExcluir
  2. Michael Carvalho Silva22 de agosto de 2020 às 10:26

    Ney Latorraca, um dos maiores e mais sensuais e cobiçados símbolos sexuais masculinos e brasileiros de todos os tempos além de ser um excelente e carismático ator também. Uma canção famosa e muito sensual que sempre me faz lembrar do próprio Ney Latorraca no apogeu de sua própria sensualidade é "Better Be Good To Me" da estrela americana Tina Turner. Ney Matogrosso também é um dos maiores e mais sensuais e populares símbolos sexuais masculinos da história brasileira e mundial, mas mesmo assim não é páreo para a sensualidade e o poder de sedução devastadores e intransponíveis de seu ilustríssimo xará Ney Latorraca que é simplesmente fora de série.

    ResponderExcluir