terça-feira, 6 de agosto de 2013

LÚCIA ALVES UM RAMO PARA POTIRA

Lúcia Alves começou sua carreira artística no cinema, em 1965, sob a direção de J.B.Tanko no filme Um Ramo para Luísa, mas foi interpretando a índia Potira da novela Irmãos Coragem em 1970 que ela ficou nacionalmente conhecida e a partir de então, marcou presença em mais de 40 trabalhos na televisão. Nos anos 1970 teve participação em vários filmes, entre eles, Pais Quadrados, Filhos Avançados (dir. J.B. Tanko),  Estranho Triângulo (dir. Pedro Camargo)  e O Homem da Cabeça de Ouro (dir. Alberto Pieralisi), voltando a um papel de destaque em Bendito Fruto (dir. Sérgio Goldenberg, 2004). A partir dos anos 1990 os bons papéis começaram a diminuir e a atriz diminuiu suas participações na televisão, fazendo participações em novelas, minisséries e seriados. Desligada da TV Globo, alternou participações também na TV Manchete e no SBT.

Aqui um pouco da trajetória da estrela.

Lúcia Alves 

Lúcia Alves 



Lúcia Alves 
Lúcia Alves 
Lúcia Alves 

Lúcia Alves 

Lúcia Alves 

Lúcia Alves 

Lúcia Alves 

Lúcia Alves 

Lúcia Alves em Irmãos Coragem

Lúcia Alves em Nina

Lúcia Alves  

Lúcia Alves  
Lúcia Alves  

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti

Lúcia Alves  

Lúcia Alves  

Lúcia Alves 
Lúcia Alves 

Lúcia Alves 
Lúcia Alves 

Lúcia Alves 
Lúcia Alves e família

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti  

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti  

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti  

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti  

Lúcia Alves com o cantor Odair José 

Lúcia Alves e Cláudio Cavalcanti  

Lúcia Alves com Paulo Goulart e Tereza Sodré no Baile das Atrizes   

Lúcia Alves com José Wilker em Final Feliz 
Lúcia Alves com Paulo Guarnieri em Plumas e Paetês

Lúcia Alves e José Augusto Branco 
Lúcia Alves 
Lúcia Alves 
Lúcia Alves 



Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, site TV Globo 

2 comentários:

  1. A tv sente falta de estrelas como a Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Uma excelente atriz, ela merecia um destaque maior

    ResponderExcluir