quarta-feira, 8 de novembro de 2017

GRANDES NOVELISTAS - JORGE ANDRADE


Aluísio Jorge de Andrade Franco, mais conhecido como Jorge Andrade nasceu em Barretos (SP) no dia 21 de maio de 1922. Filho de fazendeiros e tendo vivido a cultura do meio rural, o autor trouxe para a cena profundas observações desse universo, especialmente sua derrocada e adaptação ao meio urbano, fonte dos conflitos que atravessam a maior parte de suas criações.
Jorge Andrade começou sua carreira após ter procurado, na década de 1950, a atriz Cacilda Becker, quando tinha 28 anos. Ele queria ser ator, mas ela o incentivou a escrever para teatro indicando que estudasse na Escola de Arte Dramática - EAD da USP, onde concluiu sua formação como dramaturgo em 1954. Seus primeiros textos, ainda como estudante,  foram O Faqueiro de Prata e O Telescópio.

 Sua estréia profissional como dramaturgo foi em 1954, na Cia de Teatro Maria Della Costa, com A Moratória, conquistando o Prêmio Saci. São ainda de sua autoria as peças  Vereda da Salvação, Pedreira das Almas, Os Ossos do Barão, Senhora na Boca do Lixo, A Escada,  Rastro Atrás, As Confrarias, Milagre na Cela,  O Sumidouro, As Colunas do Templo , Os Crimes Permitidos,  Os Vínculos O Mundo CompostoA Zebra e A Loba, entre outras. Em 1965, a peça Vereda da Salvação foi adaptada para o cinema com direção de Anselmo Duarte.

Sua estréia na televisão foi na TV Globo, com a telenovela Os Ossos do Barão, em 1973, uma adaptação que fundia duas peças suas: A Escada e Os Ossos do Barão. Tornou-se polêmico e incompreendido com O Grito (TV Globo, 1975). Em 1979, escreveu Gaivotas para a TV Tupi, trabalho que lhe valeu o prêmio de melhor escritor de televisão do ano conferido pela Associação Paulista dos Críticos de Arte. Depois de uma breve passagem pela TV Cultura onde escreveu O Fiel e a Pedra (1981), foi contratado pela TV Bandeirantes para finalizar a telenovela Dulcinéia Vai à Guerra, iniciada por Sérgio Jockmann. Também finalizou Os Adolescentes (1981), iniciada por Ivani Ribeiro. Escreveu ainda para a Band, as novelas  O Ninho da Serpente (1982) e Sabor de Mel (1983).

Em 1970 foi publicado Marta, a Árvore e o Relógio,  uma compilação do seu ciclo dramático,  narrando a formação da sociedade paulista e brasileira. Em 1978 publicou o romance autobiográfico Labirinto.

Os sérios conflitos que manteve com o ambiente familiar, especialmente seu pai, que não aceitava nele a existência de um artista, motivaram Jorge Andrade a refletir, anos depois: "Então minha verdade saiu da terra, cresceu e ultrapassou a mata. Percebi como devia ser maravilhoso compreender, interpretar e transmitir! Partir da minha casa, minha gente, de mim mesmo e chegar ao significado de tudo, tendo, como instrumentos de trabalho, apenas as palavras e a vontade".


Jorge Andrade morreu no dia  13 de março de 1984, aos 61 anos de idade, vítima de uma embolia pulmonar, no INCOR, na cidade de São Paulo, seis meses depois de ter realizado uma operação para a implantação de três pontes safena e de ter sofrido um enfarte durante essa cirurgia.  Aqui, um pouco da trajetória de um dos maiores e mais premiados autores brasileiros.



Jorge Andrade

Jorge Andrade

Jorge Andrade

Jorge Andrade

Jorge Andrade

Jorge Andrade com a atriz Marcia Real

Jorge Andrade com oas atores Yara Cortes, Tony Ferreira, Françoise Forton e Rubens de Falco

Jorge Andrade com a atriz Yoná Magalhães e o maestro Julio Medaglia

Jorge Andrade com os dramaturgos Gianfrancesco Guarnieri e Dias Gomes


Os Ossos do Barão (TV Globo, 1973), novela de Jorge Andrade, baseada nas peças Os Ossos do Barão e A Escada

 Paulo Gracindo, Dina Sfat, José Wilker e Lima Duarte na novela Os Ossos do Barão

Paulo Gracindo e Lima Duarte na novela Os Ossos do Barão

 José Wilker e Dina Sfat na novela Os Ossos do Barão

Renata Sorrah, Dina Sfat e Sandra Bréa na novela Os Ossos do Barão

 Gracindo Júnior, José Augusto Branco e José Wilker na novela Os Ossos do Barão

Sandra Bréa e Gracindo Júnior na novela Os Ossos do Barão

Sandra Bréa e Gracindo Júnior na novela Os Ossos do Barão

Paulo Gracindo e Carmem Silva na novela Os Ossos do Barão

o elenco da novela Os Ossos do Barão

O Grito (TV Globo, 1975), novela de Jorge Andrade

Glória Menezes e Isabel Ribeiro na novela O Grito

Rubens de Falco e Yoná Magalhães na novela O Grito

Walmor Chagas,  Isabel Ribeiro e Glória Menezes numa cena de O Grito

Tereza Rachel e Ruth de Souza na novela O Grito

Maria Fernanda e Leonardo Villar na novela O Grito
Walmor Chagas e Isabel Ribeiro na novela O Grito

João Paulo Adour e Françoise Forton na novela O Grito

Elizabeth Savalla e Ney Latorraca na novela O Grito

Roberto Pirillo e Suely Franco na novela O Grito

Yoná Magalhães e Marcos Paulo na novela O Grito

Cena da novela O Grito

Eloisa Mafalda e Sebastião Vasconcellos na novela O Grito

Yoná Magalhães em O Grito

Glória Menezes em O Grito
Gaivotas (TV Tupi, 1979)
Anúncio da novela Gaivotas (TV Tupi, 1979)


Yoná Magalhães e Rubens de Falco foram os protagonistas de Gaivotas 

 Rubens de Falco e Yoná Magalhães numa cena de Gaivotas

Rubens de Falco, Yoná Magalhães, Berta Zemel, Paulo Goulart, John Herbert e Isabel Ribeiro integraram o grande elenco de Gaivotas

Laura Cardoso, Yoná Magalhães, Sônia Oiticica e Berta Zemel, grandes atrizes em Gaivotas


Isabel Ribeiro e Cleyde Yáconis foram grandes destaques de Gaivotas

Atores de Gaivotas
Jorge Andrade foi premiado com o troféu APCA como melhor autor de telenovelas em 1979 por Gaivotas.  Paulo Goulart e Yoná Magalhães estavam no elenco. 

Em 1981, Jorge Andrade foi contratado pela TV Bandeirantes para finalizar a novela Dulcinéa Vai à Guerra, estrelada por Dercy Gonçalves

Ainda em 1981, Jorge Andrade finalizou a novela Os Adolescentes

Julia Lemmertz, Flávio Guarnieri e Tassia Camargo integravam o elenco jovem da  novela Os Adolescentes

Cleyde Yáconis foi a protagonista de Ninho da Serpente (TV Bandeirantes, 1982), novela original de Jorge Andrade 

Cleyde Yáconis, Márcia de Windsor, Paulo César Grande, Beatriz Segall e Giussepe Oristano integraram o grande elenco de Ninho da Serpente 

Cleyde Yáconis com Imara Reis em  Ninho da Serpente

Anúncio da novela Ninho da Serpente
Sabor de Mel  (TV Bandeirantes, 1983)

Raul Cortez e Sandra Bréa foram os protagonistas de Sabor de Mel  (TV Bandeirantes, 1983), última novela de Jorge Andrade

Raul Cortez e Sandra Bréa em Sabor de Mel 

Em 1997 Walter George Durst escreveu uma nova versão de Os Ossos do Barão, apresentada pelo SBT. Cleyde Yáconis, Othon Bastos e Leonardo Villar estavam no elenco 



TEATRO

Vanda Lacerda e Paulo Padilha na peça A Moratória (1964) 

Vanda Lacerda e Isabel Ribeiro na peça A Moratória 

O elenco da primeira montagem da peça Os Ossos do Barão, feita pelo TBC - Teatro Brasileiro de Comédia em 1960

Sylvio Zilber, Cleyde Yáconis, Lélia Abramo, Aracy Balabanian, Otelo Zeloni e Rubens de falco na primeira montagem da peça Os Ossos do Barão

Vanda Lacerda, Rubens Correia e Isabel Teresa na  montagem carioca da peça A Escada, feita pelo Teatro Ipanema em 1963

Luiz Linhares e Carmem Silva na  montagem paulista da peça A Escada, feita pelo TBC

Raul Cortez e Cleyde Yáconis na peça Vereda da Salvação, feita pelo TBC, com direção de Antunes Filho, em 1964

Raul Cortez no filme Vereda da Salvação em 1965

Raul Cortez e Lélia Abramo no filme Vereda da Salvação

Em 1993 o diretor Antunes Filho levou ao palco uma nova montagem da peça Vereda da Salvação com Luis Melo e Laura Cardoso no elenco


Eva Todor na peça Senhora na Boxa do Lixo em 1966

Miriam Mehler e Márcia Real numa montagem da peça A Moratória, feita no Teatro paiol em São Paulo em 1976

A Moratória - Montagem do Grupo TAPA - SP em 2014

Os Ossos do Barão - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2010

Os atores Débora Muniz e Orias Elias em Os Ossos do Barão - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2010

Os atores Sylvia Malena, Roberto Francisco e Zulhie Vieira em Os Ossos do Barão - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2010

O elenco de Os Ossos do Barão - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2010

 Orias Elias em Os Ossos do Barão - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2010

 A Escada - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2016

Cena de A Escada - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2016

Cena de A Escada - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2016

Oas atores Sylvia Malena e Orias Elias em A Escada - Montagem da Encena Cia de Teatro - SP - 2016


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog TUDO ISSO É TV (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), sites diversos da Internet, Arnaldo Torres (fotos de Os Ossos do Barão - Encena Cia de Teatro) e Rogério Gonzaga (fotos de A Escada - Encena Cia de Teatro) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário