terça-feira, 14 de maio de 2013

BUZA FERRAZ O ASTRO PIONEIRO

Buza Ferraz iniciou sua carreira nos palcos na montagem carioca do musical Hair, em 1970. Em 1972 estreou em novelas num pequeno papel em Selva de Pedra, de Janete Clair. Mas foi em 1974 que ele se tornou nacionalmente conhecido ao viver a personagem Cauê, o jovem protegido de um milionário homossexual, interpretado Ziembinski, na novela O Rebu, de Bráulio Pedroso. Essa foi a primeira vez que uma relação assim foi apresentada abertamente na televisão. Em seguida vieram outros mais de 20 trabalhos na televisão entre novelas e minisséries, 8 filmes e dezenas de peças, tendo criado o Grupo de Teatro Pessoal do Cabaré. Pai de 5 filhos, botafoguense doente, Buza Ferraz morreu em 03 de Abril de 2010, aos 59 anos de idade, vítima de complicações devido a uma leucemia, contra a qual ele lutava há dez anos. Na memória dos amigos ficou a imagem de um agitador cultural alegre e otimista, leal e honesto. Para os filhos, a lembrança de um pai amoroso e para a viúva, a saudade do companheiro de mais de duas décadas. Para o público, a imagem de um ator talentoso, bonito e pioneiro. 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 
Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 
Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 
Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 
Buza Ferraz 
Buza Ferraz 

Buza Ferraz 

Buza Ferraz 
Buza Ferraz

Buza Ferraz  com Lidia Brondi na novela Final Feliz 
Buza Ferraz
Buza Ferraz
Buza Ferraz


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), Blog Tudo Isso é TV (Césio Gauderetto), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, site TV Globo 

3 comentários:

  1. Parabéns pelo blog. Tenho recordado pessoas q nem lembrava mais e outras tantas que é tão legal de rever qdo eram novas. Muito obrigada pelas fotos maravilhosas q tens colocado de artistas agora muitas vezes até esquecidos da mídia e outros q até já partiram. Valeu!!! Maristela

    ResponderExcluir
  2. Home por acaso foi um dia especial vi muitos videos, reportagens e fotos de tanta gente talentosa que partiu : Alexandre Lippiani, André Loureiro, Lauro Corona, Osmar de Mattos, Caíque Ferreira, Chiquinho Brandão, Luiz Armando Queiroz, Thales Pan Chacon, Edwin São Paulo e Buza Ferraz eu revi um pouquinho de cada um deles hoje e a saudade é que ficou. É muito importante ter registros como este aqui, num país tão sem memória que esquece fácil seus ícones, ela partiu recentemente mas deixou a mesma saudade ...Yona Magalhães

    ResponderExcluir