sexta-feira, 20 de abril de 2012

MARIA FERNANDA - UMA GRANDE DAMA DO TEATRO

Maria Fernanda é tida como uma das grandes damas do teatro Brasileiro. Seu porte aristocrático e uma classe à toda prova refletem a sua origem bem nascida. Filha de dois grandes artistas, a poetisa Cecília Meireles e o pintor Fernando Correia Dias, Maria Fernanda nasceu no Rio de Janeiro em 27 de outubro de 1928.
No cinema, estreou em 1947, no filme Sempre Resta Uma Esperança, tendo participado de mais de 20 produções. Em 1948 estreou em teatro, numa montagem da peça  Hamlet de William Shakespeare e teve seu grande momento no palco  vivendo a Blanche em Um Bonde Chamado Desejo de Tennessee Williams. Na TV, estreou em 1973, na novela educativa João da Silva, mas foi como a Dona Sinhazinha de Gabriela (1975) que ela se projetou, garantindo papéis de grande destaque em O Grito (1975), Nina (1977), Pai Herói (1979) e Dona Beija (1986). Maria Fernanda é uma atriz carismática, iluminada. Quando ela está em cena não tem como desviar a atenção de sua figura. Uma grande dama do teatro brasileiro!

Maria Fernanda numa foto publicada no programa da peça Como Agitar o seu Apartamento 
Maria Fernanda no início da carreira nos anos 1950 

Maria Fernanda num de seus grandes momentos na TV, a novela O Grito 

Maria Fernanda num álbum de figurinhas publicado pela Rio Gráfica Editores 
Maria Fernanda como Gilda Baldaracci na novela Pai Herói

Maria Fernanda em sua estréia na TV em João Da Silva (TV Educativa, 1973), novela de Gilson Amado 
Maria Fernanda na peça Santa Joana, de Bernard Shaw 
Maria Fernanda numa foto publicada no programa da peça Um Bonde Chamado Desejo  
Maria Fernanda

Maria Fernanda na novela O Grito 

Maria Fernanda na novela O Grito 

Maria Fernanda 

Maria Fernanda na novela O Grito

Maria Fernanda na novela O Grito 

Maria Fernanda na novela Gabriela

Maria Fernanda na novela Gabriela 

Maria Fernanda na novela Nina
Maria Fernanda

Maria Fernanda
Maria Fernanda


Maria Fernanda na novela Pai Herói 

Maria Fernanda na novela Pai Herói
Maria Fernanda na novela Pai Herói

Maria Fernanda em Pai Herói 
Maria Fernanda com Lima Duarte em evento

Maria Fernanda
Maria Fernanda

Maria Fernanda na peça Santa Joana 
Maria Fernanda  
Maria Fernanda 
Maria Fernanda  
Maria Fernanda com Francisco José numa fotonovela da revista Sétimo Céu

Maria Fernanda com Francisco José numa fotonovela da revista Sétimo Céu
Maria Fernanda com Lauro Góes numa fotonovela da revista Sétimo Céu

Maria Fernanda com Ana Maria Nascimento e Silva numa fotonovela da revista Sétimo Céu

Maria Fernanda com Ney Latorraca e Ana Maria Nascimento e Silva numa fotonovela da revista Sétimo Céu

Maria Fernanda e Leonardo Villar com o ator americano Michael Douglas em evento no Rio

Maria Fernanda com seu filho, Luis Fernando 
Maria Fernanda com seu filho, Luis Fernando

Maria Fernanda com seu filho, Luis Fernando

Maria Fernanda  

Maria Fernanda na capa da revista amiga com Paulo Autran e Tony Ramos, seus companheiros na novela Pai Herói

Maria Fernanda na capa da revista Amiga com Tony Ramos - novela Pai Herói 
Maria Fernanda na capa da revista Sétimo Céu com Tony Ramos - novela Pai Herói 

Maria Fernanda na capa da revista Amiga com Ney Latorraca e Djenane Machado 
Maria Fernanda


fotos: acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), contigo (Editora Abril), sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), jornal Folha de São Paulo

17 comentários:

  1. Respostas
    1. A gente concorda! Maria Fernanda sempre será uma grande diva!
      abs

      Excluir
    2. Maria Fernanda faz muita falta no cenário cultural brasileiro. É uma grande atriz e os diretores não a chamam.Por quê? Não sei. Gostaria muito de saber.
      Um beijo Maria Fernanda.
      Do seu admirador,
      Holmes - Recife,PE.

      Excluir
    3. Maria Fernanda nunca foi uma atriz de televisão, dando preferência e se dedicando mais ao teatro. Ela teve duas fases na telinha. A primeira na TV Globo, entre 1975 e 1979,fez 4 novelas (Gabriela, O Grito, Nina e Pai Herói). Saiu meio desgostosa da emissora devido ao fato de sua personagem na novela de Janete Clair ter sido morta no meio da trama. Outra fase foi na TV Manchete entre os anos 1986 e 1988, com 3 novelas (Dona Beija, Mania de Querer e Olho por Olho). Daí a Manchete fechou... Parece que ela própria não se entusiasmava muito com as novelas. Agora tem a questão da idade. Ela já está com 85 anos. Os diretores não se arriscam muito com atores idosos. A Globo, por exemplo, tem os estúdios a 50 km do centro do Rio. As gravações de uma novela se estendem por quase um ano e é bastante exaustivo, até para os atores mais jovens. Enfim, há muitos fatores que somados, explicam a ausência dos nossos queridos veteranos das novelas. Mas que a gente sente saudade dessa gente maravilhosa não tem como negar.
      abs

      Excluir
    4. Palavras exatas para descrever a trajetória desta grande atriz!

      Excluir
  2. LEMBRO DE MARIA FERNANDA NUMA NOVELA DE JORGE ANDRADE (O GRITO), AO LADO DE LEONARDO VILLAR. ATORES DESSE PORTE FAZEM MUITA FALTA NUM MUNDO DOMINADO POR MODELOS QUE NÃO PARECEM TER O GOSTO PELA LEITURA E PELA MAGIA DO TEATRO.

    ResponderExcluir
  3. PARTICIPEI DA PRODUÇÃO DO FILME "CHICO REI" ONDE TIVE A OPORTUNIDADE DE ACOMPANHAR O BELO TRABALHO DESSA ATRIZ MARAVAILHOSA. GOSTARIA DE SABER NOTÍCIAS DELA, POIS A MÍDIA NÃO INFORMA NADA! GOSTARIA DE ENVIAR-LHE UM GRANDE ABRAÇO.
    MARGARETH CARVALHO

    ResponderExcluir
  4. Tive o privilégio de vê-la há alguns anos no palco,numa peça de Oscar Wilde,A Importância de Ser Fiel ... Soberba!

    ResponderExcluir
  5. Maria Fernanda é Divina!

    ResponderExcluir
  6. Para mim, seu o melhor papel foi na novela Dona Beija, na rede Manchete. Inesquecível.

    ResponderExcluir
  7. Só esqueceu de mencionar a personagem que ela fez muito bem, a então rainha Dona Maria I ( a louca) de Portugal no filme Carlota Joaquina a Princesa do Brasil de 1995.

    ResponderExcluir
  8. queria que ela voltasse atv aquele olhar marcante como no espeçial olhos de fogo ao lado demario gomes herdou o talento damãe aescritora cecçilia meireles páraas artes lembro dela no filme carlota joaquina de carla camurati

    ResponderExcluir
  9. Conforme o site IMDB, ela também fez Scarlett O'Hara (com Rhett Butler sendo interpretado por Lima Duarte) numa versão de "...E o vento levou" produzida pela TV Tupi nos anos 50. Pena que naquela época não existia videotape.

    ResponderExcluir
  10. Só vi esta maravilhosa atriz duas vezes em minha vida. Dois grandes momentos: Blanche Du Bois no Teatro Oficina, Um Bonde Chamado Desejo e depois no mesmo teatro em As Três Irmãs. Momentos raros em minha vida. Nunca mais fui o mesmo. Aprendi a olhar o mundo de outra maneira que não aquela que era a convencional

    ResponderExcluir
  11. Eu a vi, ao vivo, num recital de Bach em 1984. Foi na Igreja da Glória (RJ). Não me esqueço dela no caso especial Olhos de Fogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhos de fogo, realmente inesquecível. Uma linda e talentosa atriz, tinha aquela sensualidade da mulher madura, aquela voz marcante. Foi uma das minha primeiras paixões televisivas.

      Excluir