segunda-feira, 9 de abril de 2012

CLAUDIO MARZO, O GALÃ REBELDE

Cláudio Marzo nasceu em São Paulo do dia 26 de setembro de 1940. De família pobre, foi o único entre os 5 irmãos que se tornou ator. Muito jovem , aos 16 anos, começou a trabalhar como auxiliar de escritório para ajudar a família. 

Em 1963 ingressou no Teatro Oficina, iniciando sua carreira de ator na peça Pequenos Burgueses, de Máximo Gorki, sob a direção de José Celso Martinez Correa. No mesmo ano ingressou na televisão, na TV Tupi de São Paulo, atuando em teleteatros do programa TV de Vanguarda. No ano seguinte participou de sua primeira novela,  Marcados Pelo Amor, de Walter Negrão, na TV Record. 

Em 1965 fez sua primeira novela na TV Globo, A Moreninha. Seguiram-se novelas capa-espada escritas por Glória Magadan (Eu Compro Esta Mulher, O Sheik de Agadir, A Rainha Louca, Sangue e Areia, A Última Valsa, A Grande Mentira) e finalmente a consagração definitiva como protagonista de Véu de Noiva, de Janete Clair, ao lado de Regina Duarte, sua parceira nos sucessos seguintes: Irmãos Coragem, Minha Doce Namorada e Carinhoso. 

Ao longo de uma carreira de mais de 40 anos totaliza-se mais de 40 trabalhos entre novelas e minisséries, fazendo dele um dos maiores nomes da televisão brasileira. Em 1991, por sua atuação na novela Pantanalum dos seus raros trabalhos fora da TV Globo, foi premiado com o Troféu Imprensa e o Troféu APCA como melhor ator de novelas do ano.

Seu talento e sua bela imagem o alçaram ao posto de grande galã das novelas, rótulo que ele odiava. De vez em quando ele ameaçava abandonar a TV. Bobagem, o público das novelas simplesmente o venerava e os autores escreviam para ele os protagonistas de suas histórias, pois tinham certeza de que, mesmo não gostando do papel, ele tiraria de letra e daria dignidade à personagem. Isso só fazia aumentar o seu prestígio. 

Além da televisão e do teatro, atuou em mais de 30 de filmes, alguns deles clássicos, como Copacabana Me Engana, Os Condenados, A Lira do Delírio, O Capitão Bandeira Contra o Doutor Moura Brasil e O Homem Nú.

No plano sentimental, foi casado com as atrizes Miriam Mehler, Betty Faria, Denise Dumont, Thais de Andrade e Xuxa Lopes. Teve 3 filhos, Alexandra, Diogo e Bento.

Apaixonado pelo mar, botafoguense no Rio e palmeirense em São Paulo, fumante inveterado na juventude, Cláudio Marzo morreu no dia 22 de março de 2015, aos 74 anos de idade, devido a complicações pulmonares. Estava afastado da televisão desde 2008, quando começaram seus problemas de saúde. Sua extraordinária folha de serviços prestados atesta, sem sombra de dúvida, que foi um grande ator!

Cláudio Marzo num poster da revista Amiga  

Interpretando o Duda, um craque de futebol em Irmãos Coragem, Cláudio Marzo contribuiu para atrair o publico masculino para as novelas
Cláudio Marzo em Irmãos Coragem
Cláudio Marzo em Irmãos Coragem

Carlos Augusto foi o papel de Cláudio Marzo em A Última Valsa
* foto da revista Sétimo Céu, originalmente postada por Césio Gauderetto no blog Revista Amiga e Novelas - Coleção de José Henrique Uessler

Carinhoso foi outro sucesso no horário das sete. Humberto era a sua personagem  
Cláudio Marzo  (* álbum Galeria dos Personagens da TV - Rio Gráfica Editora) 
Cláudio Marzo  (* álbum da Revista Grande Hotel) 

Cláudio Marzo  (* álbum Astros da TV - Revista Romântica) 

Cláudio Marzo em Carinhoso

o Renato de Minha Doce Namorada foi o ápice da sua fase de galã de novelas. Um imenso sucesso!

Cláudio Marzo na década de 1970, protagonista de muitas novelas da TV Globo  
Cláudio Marzo

Claudio Marzo em Minha Doce Namorada  
Cláudio Marzo em 1974, numa matéria da revista Sétimo Céu  
Cláudio Marzo  num álbum da revista Contigo  
Cláudio Marzo em 1974, numa matéria da revista TV Sucesso

Cláudio Marzo nos anos 1960, despontando como grande astro da TV  

Cláudio Marzo num poster da revista  Contigo em 1974  
 Cláudio Marzo num poster da revista Sétimo Céu 

Para tentar se livrar da imagem de galã, Cláudio Marzo tentou se enfeiar para viver o Grego de O Bofe. Não adiantou.

 Cláudio Marzo em O Bofe
Cláudio Marzo em O Bofe
 Cláudio Marzo em Partido Alto
Cláudio Marzo

Cláudio Marzo

Cláudio Marzo

Cláudio Marzo


Cláudio Marzo



Cláudio Marzo num álbum publicado pela Revista Sétimo Céu (Bloch Editores)  
Cláudio Marzo num foto álbum publicado pela Revista Sétimo Céu (Bloch Editores) 

Cláudio Marzo
Cláudio Marzo em A Rainha Louca 
Cláudio Marzo  
Cláudio Marzo  

Cláudio Marzo   
Cláudio Marzo   
Cláudio Marzo  
Cláudio Marzo - Poster Calendário da revista Intervalo - Dezembro/1970 
Cláudio Marzo
Cláudio Marzo  num poster da revista Sétimo Céu

Cláudio Marzo
Cláudio Marzo

Cláudio Marzo
Cláudio Marzo

Cláudio Marzo

Cláudio Marzo
Cláudio Marzo
Cláudio Marzo

Cláudio Marzo



fotos: acervo de Orias Elias - revistas sétimo céu (Ed. Bloch), contigo (Ed. Abril), amiga (Ed. Bloch), Intervalo (Ed. Abril)

2 comentários: