domingo, 27 de outubro de 2013

YARA CORTES A ETERNA DONA XEPA

Nascida Odete Cipriano Serpa em 22 de setembro de 1921, Yara Cortes foi uma das grandes damas do teatro e televisão brasileira. Antes de entrar para o mundo das artes foi enfermeira do Exército Brasileiro tendo servido na base de Paranamirim (Natal, RN) durante a Segunda Guerra Mundial e trabalhou também como aeromoça.
Em 1948 entrou para a Companhia de Teatro Dulcina,  estreando no espetáculo Mulheres. Em 1959 foi para a Companhia Teatro dos Sete, participando, ao lado de Fernanda Montenegro, de vários espetáculos, como O Mambembe e A Profissão da Senhora Warren.
Na televisão, participou do Grande Teatro Tupi nos anos 1950. Em 1965 mudou-se para os Estados Unidos, onde morou por 4 anos. De volta ao Brasil, continuou sua carreira, destacando-se, especialmente, nas novelas da TV Globo em grandes sucessos como O Semideus, O Rebu, O Grito, Dona Xepa, O Casarão e Marrom Glacê. Nas três últimas como protagonista. Ao todo foram mais de 20 novelas, vários episódios do programa Você Decide e uma longa temporada do seriado O Bem Amado. Sempre com grande destaque.

Yara Cortes não teve filhos e morreu no Rio de Janeiro em 17 de outubro de 2002, aos 81 anos de idade. Viveu seus últimos dias no bairro de Copacabana, rodeada de passarinhos, sua grande paixão. 


Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 
Yara Cortes
Yara Cortes 
Yara Cortes  (* álbum Galeria dos Personagens da TV - Rio Gráfica Editora) 

Yara Cortes 
Yara Cortes

Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes
Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 


Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 

Yara Cortes 
Yara Cortes em O Casarão
Yara Cortes 
Yara Cortes em 4 tempos (O Semideus, O Rebu, O Grito e O Casarão)

Yara Cortes com o diretor Wálter Avancini

Yara Cortes com o autor Jorge Andrade e os colegas Toni Ferreira, Françoise Forton e Rubens de Falco num intervalo de gravação da novela  O Grito 

Yara Cortes em O Grito 

Yara Cortes com Bibi Ferreira e Leonardo Villar em 1952, na peça A Herdeira
Yara Cortes no filme A Rainha Diaba

Yara Cortes com o amigo Ney Latorraca

Yara Cortes com o ator de cinema Tony Curtis em seus tempos americanos
Yara Cortes com Emiliano Queiroz numa fotonovela da revista Amiga


Yara Cortes como rainha das atrizes no carnaval de 1977 ao lado de Ney Latorraca, o principe consorte, Sônia Braga, a rainha de 1976, e o Rei Momo

Yara Cortes paparicada por Sônia Braga e Ney Latorraca
Yara Cortes com José Wilker numa fotonovela da revista Sétimo Céu
Yara Cortes com Betty Sadi, José Augusto Branco e Kate Lyra numa fotonovela da revista Sétimo Céu

Yara Cortes passando a faixa de rainha das atrizes para Rosamaria Murtinho no carnaval de 1978. Antônio Fagundes foi o príncipe consorte desse ano.

Yara Cortes e seu grande sucesso na TV: Dona Xepa 

Yara Cortes como a doce Carolina de O Casarão, ao lado de Paulo Gracindo. Brilhante!

Yara Cortes e Paulo Gracindo, os protagonistas de O Casarão.

Yara Cortes e Paulo Gracindo

Yara Cortes com Paulo Figueiredo, Mila Moreira e Lima Duarte num outro grande sucesso da TV Globo: Marrom Glacê
Yara Cortes 


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, site TV Globo, Blog Revista Amiga e Novelas (Césio Gaudereto) 

Um comentário: