terça-feira, 22 de dezembro de 2015

LUCÉLIA SANTOS A DOCE ESCRAVA ISAURA

Maria Lucélia dos Santos nasceu em Santo André (SP) no dia 20 de maio de 1957.

Estreou no teatro aos catorze anos, na peça infantil Dom Chicote Mula Manca e seu fiel companheiro Zé Chupança.  Seguiram-se os espetáculos Godspell, Rock Horror Show e Transe no 18

Foi então que, em 1976, Herval Rossano sugeriu seu nome para estrelar a  telenovela Escrava Isaura, uma adaptação do romance de Bernardo Guimarães, que estava sendo desenvolvida por Gilberto Braga. O autor pensava em Yoná Magalhães para o papel, mas Herval  Rossano o convenceu a confiar o papel à talentosa novata. A novela, que a princípio seria mais uma adaptação de um clássico romântico para o horário das 18 Horas, revelou-se um sucesso estrondoso e a doce Isaura desde então corre o mundo, tornando-se uma das novelas mais vistas no planeta.  

Elevada ao panteão das estrelas globais, seguiu-se uma bem sucedida temporada do seriado Ciranda Cirandinha (1978) e outras novelas de sucesso na TV Globo: Locomotivas (1977), Água Viva (1980), Ciranda de Pedra (1981), Guerra dos Sexos (1983),  Vereda Tropical (1984), Meu Destino é Pecar (1984) e Sinhá Moça (1986). Na TV Manchete protagonizou Carmem (1987) e no SBT foi a heroína de Sangue do Meu Sangue  (1995). Estranhamente, sua carreira na televisão estagnou-se a partir dos anos 1990 e desde então não emplacou mais nenhum sucesso como os conseguidos nos anos 1980.

No cinema, por sugestão do próprio autor Nelson Rodrigues, protagonizou com grande sucesso as versões de suas peças  Bonitinha, mas Ordinária,  Engraçadinha e Álbum de Família. Outros bons filmes foram Luz del Fuego, Baixo Gávea, O Ibrahin do Subúrbio e  Fonte da Saudade. Assim como na televisão Lucélia Santos teve uma fase áurea nas telas e depois perdeu o ritmo.

Para preencher esse vácuo, a atriz dedicou-se ao teatro e também à direção de documentários.

Lucélia Santos foi casada com o maestro John Neschling, com quem tem um filho, Pedro Neschling.


Vamos recordar alguns momentos da fulgurante carreira da nossa eterna Escrava Isaura.


Lucélia Santos

Lucélia Santos

Lucélia Santos e Rubens de Falco - Grandes amigos na vida, inimigos mortais na TV

Rubens de Falco, Lucélia Santos e Edwin Luisi - O trio de sucesso da Escrava Isaura

Lucélia Santos e Walmor Chagas - parceiros em Locomotivas, amigos para sempre na vida

Lucélia Santos e Toni Correa - Locomotivas

Lucélia Santos e Aracy Balabanian - Locomotivas

Lucélia Santos e Aracy Balabanian - Locomotivas

Lucélia Santos e Walmor Chagas - Locomotivas

Lucélia Santos, Tereza Sodré, Aracy Balabanian, Thais Andrade e Maria Cristina Nunes -   Locomotivas

Lucélia Santos e Mário Gomes - Vereda Tropical

Lucélia Santos e Gianfrancesco Guarnieri - Vereda Tropical

Lucélia Santos - Ciranda Cirandinha

Lucélia Santos - Água Viva

Lucélia Santos  - Ciranda de Pedra

Lucélia Santos e Lauro Corona 

Lucélia Santos e Herson Capri - Guerra dos Sexos

Lucélia Santos e Edwin Luisi - Escrava Isaura

Lucélia Santos e Marcos Nanini - Feijão Maravilha
Lucélia Santos e Walmor Chagas - Locomotivas

Lucélia Santos e Nuno Leal Maia 

Lucélia Santos e Rubens de Falco na Marquês de Sapucaí
Lucélia Santos, a doce Isaura
Lucélia Santos

Lucélia Santos, a rebelde locomotiva

Lucélia Santos

Lucélia Santos
Lucélia Santos

Lucélia Santos

Lucélia Santos
Lucélia Santos - Ficha

Lucélia Santos - Ficha

Lucélia Santos 


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores),  Blog Revista Amiga e Novelas (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), sites diversos da Internet 

Nenhum comentário:

Postar um comentário