domingo, 26 de junho de 2016

EDSON CELULARI O ASTRO DOS ANOS 90

Edson Francisco Celulari nasceu em Bauru (SP) no dia 20 de março de 1958. Começou sua carreira ainda adolescente atuando em grupos amadores de sua cidade natal. Aos 16 anos de idade mudou-se para a capital paulista e ingressou na EAD (Escola de Arte Dramática).

Depois de uma pequena participação na novela Salário Mínimo (TV Tupi, 1978), teve seu primeiro papel de destaque na novela Gaivotas, de autoria de Jorge Andrade. Sua extraordinária beleza, aliada a enorme carisma  logo chamou a atenção da direção da TV Globo, que o contratou para atuar na novela Marina em 1980. A partir de então, iniciou uma escalada de sucessos na televisão, tornando-se um dos maiores galãs da emissora carioca. Seu caráter íntegro e seu profissionalismo fez dele um dos atores preferido de autores como Silvio de Abreu (Guerra dos Sexos, Cambalacho,  Sassaricando,  Torre de Babel, Deus Nos Acuda, As Filhas da Mãe) e Glória Perez (Explode Coração, América). 

Também protagonizou as novelas Amor Com Amor Se Paga de Ivani Ribeiro, Fera Ferida, grande sucesso de Aguinaldo Silva, Vila Madalena, de Walter Negrão e Que Rei Sou Eu?, um dos maiores sucessos da história das telenovelas, escrita por Cassiano Gabus Mendes.  Por apenas duas vezes atuou fora da emissora carioca nos últimos 35 anos: na minissérie Chapadão do Bugre (TV Bandeirantes, 1988) e na novela Brasileiros e Brasileiras (SBT, 1990).

Foi também protagonista de ótimas minisséries da TV Globo (Decadência, Dona Flor e Seus Dois Maridos, Aquarela do Brasil e Um Só Coração) e teve participação em muitos seriados.

Além das novelas e minisséries, também atuou em alguns filmes (Inocência, Asa Branca, Brasa Adormecida) e peças de teatro (Calígula,  Capital Estrangeiro, Fim de Jogo).

Durante muitos anos foi casado com a atriz Cláudia Raia, com quem tem dois filhos. 

Em 2016, o ator enfrenta mais um drama, desta vez na vida real. Como na ficção, todos torcemos por mais um final feliz.

Aqui, um pouco da trajetória de um dos mais queridos atores do Brasil.

Edson Celulari


Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari

Edson Celulari
Edson Celulari


Edson Celulari


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Blog TUDO ISSO É TV (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), sites diversos da Internet 

Nenhum comentário:

Postar um comentário