quarta-feira, 4 de setembro de 2019

SUZY ARRUDA - COADJUVANTE DE OURO


Suzana Camargo Olyntho de Arruda, em artes Suzy Arruda, nasceu em Tietê, interior paulista, no dia 24 de maio de 1917. Foi uma das primeiras atrizes a interpretar, em 1952, a Dona Benta, do Sítio do Picapau Amarelo,  programa apresentado na TV Tupi São Paulo. Também atuou em muitos trabalhos do Grande Teatro Tupi.  Esteve presente numa das primeiras  novelas da TV Globo nos anos 1960, A Rainha Louca (TV Globo, 1967) de Glória Magadan.  Nos anos 1970 atuou em novelas do casal Janete Clair (Selva de Pedra - 1972, Bravo! - 1975) e Dias Gomes (O Bem Amado, 1973). Funcionava muito bem em papéis cômicos, especialmente mulheres de postura afetada.

Em sua biografia consta ainda participação nas novelas Enquanto Houver Estrelas (TV Tupi Rio, 1969), Tempo de Viver (TV Tupi Rio, 1972), Escalada (TV Globo, 1975), Locomotivas (TV Globo, 1977) e as minisséries Moinhos de Vento (TV Globo, 1983) e Chapadão do Bugre (TV Bandeirantes, 1988). Também atuou com a turma de Os Trapalhões.

No teatro atuou em Cias de grandes atores como Eva Todor, Maria Della Costa e Fernanda Montenegro. Em seu currículo aparecem os espetáculos A Alma Boa De Se-Tsuan  (1958), Romanoff E Julieta  (1960), Com A Pulga Atrás Da Orelha  (1960), Cristo Proclamado  (1960), O Milagre De Anne Sullivan  (1961), O Beijo No Asfalto  (1961), Minha Querida Lady  (1962), Depois Da Queda  (1964), Onde Canta O Sabiá  (1966),   A Viúva Imortal  (1967), Sabiá 67  (1967), Senhora Na Boca Do Lixo  (1968), Olho N'amélia  (1969), Independência Ou Morte  (1972), O Amante De Madame Vidal  (1973), Chiquinha Gonzaga  (1974), A Mulher De Todos Nós  (1975) e Gilda - Um Projeto De Vida  (1993).

Além de trabalhos no teatro e na televisão, Suzy Arruda atuou em diversos filmes, entre eles alguns clássicos  como Absolutamente Certo (1957), O Grande Momento (1958) e Cidade Ameaçada  (1960). Nos anos 1970 apareceu em diversos filmes populares: Uma Pantera em Minha Cama (1972), Eu Transo, Ela Transa (1972), Os Machões (1972), Café na Cama (1974), O  Flagrante  (1976), As Mulheres Que Dão Certo (1976), As Aventuras de Robinson Crusoé (1978), Nos Embalos de Ipanema (1979), entre outros.

Suzy Arruda morreu em São Paulo no ano de 2005, aos 87 anos de idade.


Suzy Arruda

Suzy Arruda
Suzy Arruda

Suzy Arruda 

Suzy Arruda 

Suzy Arruda


Suzy Arruda com Sadi Cabral, Diana Morel e Luiz de Lima na peça A Cantora Careca de Ionesco

Oswaldo Loureiro, Suzana freyre, Susy Arruda e Sérgio Viotti na peça Você Pode ser Um Assassino (1961)

Suzy Arruda com Maria Della Costa, Paulo Autran, Márcia Real e Dina Sfat na peça Depois da Queda de Arthur Miller

Suzy Arruda com  Paulo Autran, Márcia Real e Dina Sfat na peça Depois da Queda de Arthur Miller

Suzy Arruda com Labanca, Otavio Augusto, Jacqueline Lawrence e Fernanda Montenegro na peça O Amante de Madame Vidal de Louis Verneuil

Suzy Arruda com Milton Moraes e Eva Todor na peça Olho N´Amélia de George Feydeau

Suzy Arruda com  Milton Moraes e Eva Todor na peça Olho N´Amélia 

 
Suzy Arruda com  Milton Moraes e Eva Todor na peça Olho N´Amélia

Suzy Arruda com  Gracindo Jr. na peça Onde Canta o Sabiá

Suzy Arruda com Paulo Autran nos ensaiso da peça O Homem de la Mancha 

Suzy Arruda com Neide Aparecida e Elza Gomes no filme Uma Garota em Maus Lençóis

Suzy Arruda com Myriam Pérsia e Norah Fontes no filme  O Grande Momento 

Suzy Arruda com Jayme Barcellos e Myriam Pérsia  no filme  O Grande Momento 

Suzy Arruda com Grande Otelo e Costinha  no filme  As Aventuras de Robinson Crusoé 

Suzy Arruda com Fernanda Montenegro, Fernando Torres e Rodrigo Santiago  no filme curta metragem Missa do Galo

Suzy Arruda com Francisco Cuoco na peça Quando Se Morre de Amor (Grande Teatro Tupi) 

Suzy Arruda com Labanca, Zilka Salaberry e Sadi Cabral na peça  O  Telescópio (Grande Teatro Tupi) 




Suzy Arruda com  Zilka Salaberry  no Grande Teatro Tupi

Suzy Arruda com Labanca, Ítalo Rossi e Oswaldo Loureiro na peça  Assim é... Se lhe Pareceo (Grande Teatro Tupi) 

Ítalo Rossi, Sérgio Brito,  Carminha Brandão e Suzi Arruda  no Grande Teatro Tupi 

Suzy Arruda com Nathalia Timberg em A Rainha Louca (TV Globo, 1967), novela de Glória Magadan

Suzy Arruda com Theresa Amayo, Rubens de Falco e Nathalia Timberg em A Rainha Louca 


Suzy Arruda (em pé, à esq.) com o elenco de A Rainha Louca 


Suzy Arruda (em pé, à direita) numa cena de A Rainha Louca 

Suzy Arruda com Regina Duarte em Selva de Pedra (TV Globo, 1972), novela de Janete Clair

Suzy Arruda com Dorinha Duval e Emiliano Queiroz em O Bem Amado (TV Globo, 1973), novela de Dias Gomes


Suzy Arruda com Rogério Fróes e Elizangela em Locomotivas (TV Globo, 1977), novela de Cassiano Gabus Mendes
Suzy Arruda com Rogério Fróes e Elizangela em Locomotivas 







Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog TUDO ISSO É TV (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), Banco de Conteudos Culturais (www.bcc.org.br), sites diversos da Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário