domingo, 13 de outubro de 2019

FERNANDO TORRES UM GRANDE HOMEM DE TEATRO



“Por Trás de um grande homem há sempre uma grande mulher”. Essa frase chavão também pode ser dita, de forma adaptada, ao contrário: Por trás de uma grande mulher pode haver um Grande Homem. Pelo menos na história de três grande nomes do teatro nacional, a frase cabe perfeitamente: Eva Todor, Maria Della Costa e Fernanda Montenegro.

A presença de um marido de alta inteligência, produtor arrojado e apaixonado pela arte e pela companheira, pode ter sido fator determinante para o status adquirido por esses ícones femininos  da cultura nacional. Fernando Torres, grande ator, grande diretor e grande produtor, esteve, no palco e na vida,  ao lado da mulher, a legendária Fernanda Montenegro, com quem se casou em 1953,  até sua morte, ocorrida em 2008.

Fernando Monteiro Torres nasceu em Guaçuí (ES) no dia 14 de novembro de 1927.  Filho de uma família tradicional, seu pai Manuel Monteiro Torres foi o primeiro prefeito de sua  cidade natal. Formado em medicina, Fernando Torres  ainda muito jovem, aos 22 anos de idade, iniciou sua carreira teatral, atuando na peça A Dama da Madrugada, de Alejandro Casona. 

Dez anos depois, em 1958, estreava na direção, com a peça Quartos Separados,  no TBC (Teatro Brasileiro de Comédia). No ano seguinte,  fundou o grupo Teatro dos Sete, juntamente com Fernanda Montenegro, Sérgio Britto, Ítalo Rossi e Gianni Ratto (os outros dois eram a italiana Luciana Petrucelli, que voltou para a Itália e Alfredo Souto de Almeida, que ficou pouco tempo no grupo). A estréia do grupo se deu com O Mambembe, de Arthur Azevedo. O primeiro prêmio de Fernando como diretor veio em 1961, com a direção da peça  Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues.

O grupo que compunha o Teatro dos Sete também marcou época na televisão durante 10 anos, apresentando, ao vivo, às segundas feiras, na TV Tupi do Rio, centenas de peças para o Grande Teatro Tupi.  Na televisão, Fernando Torres também dirigiu e atuou em algumas telenovelas, mas seu foco sempre foi o teatro. Ao lado da mulher, enfrentou os altos e baixos de uma carreira instável, mas jamais sucumbiu ao desânimo ou ao glamour.

Além do teatro e da televisão, Fernando Torres atuou ainda em mais de duas dezenas de filmes, sempre em atuações marcantes.

Pai do cineasta Cláudio Torres e da atriz Fernanda Torres, Fernando Torres morreu em sua casa, no Rio de Janeiro, no dia 4 de setembro de 2008, aos 80 anos de idade, vítima de enfisema pulmonar.  Em 2017, foi homenageado com a inauguração de um largo com seu nome no bairro de Ipanema e em São Paulo dá nome a uma grande e belíssima sala de espetáculos, o Teatro Fernando Torres, no bairro do Tatuapé.

Aqui um pouco da trajetória de um dos maiores nomes do teatro nacional.


Fernando Torres 

Fernando Torres 

Fernando Torres 

Fernando Torres 

Fernando Torres 

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro com os filhos pequenos

Fernando Torres, Fernanda Montenegro e Fernanda Torres

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro
Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres entregando o Prêmio Molière a Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres e Fernanda Montenegro

Fernando Torres com Fernanda Montenegro e Sérgio Brito

Fernando Torres  com Ary Fontoura e Fernanda Montenegro na peça A Mulher de Todos Nós, de Henry Becque

Fernando Torres com Fernanda Montenegro na peça É..., de Millor Fernandes  

Fernando Torres  com Tereza Rachel na peça A Gaivota, de Anton Tchekhov

Fernando Torres e Fernanda Montenegro na peça Dias Felizes, de Samuel Becketti

Fernando Torres com Irma Alvarez no filme Engraçadinha Depois dos Trinta (1966), direção de J.B. Tanko

Fernando Torres no filme Engraçadinha Depois dos Trinta
Fernando Torres com Carlos Eduardo Dolabella no filme Engraçadinha Depois dos Trinta

Fernando Torres com Rubens de Falco no filme Engraçadinha Depois dos Trinta

Fernando Torres com Sandra Barsotti no filme Eu Transo... Ela Transa (1972), direção de Pedro Camargo

Fernando Torres com Luiz Linhares e Paulo César Pereio no filme Os Inconfidentes (1972), direção de Joaquim Pedro de Andrade

Fernando Torres com Luiz Linhares no filme Os Inconfidentes (1972)

Fernando Torres com Mauro Mendonça e Glória Menezes no filme O Descarte (1973), direção de Anselmo Duarte

Fernando Torres com Fernanda Montenegro, Suzy Arruda e Rodrigo Santiago no filme curta-metragem Missa do Galo (1973), direção de Roman B. Stulbach

Fernando Torres com Edson Celulari no filme Inocência (1983), direção de Walter Lima Junior

Fernando Torres com Leandra Leal no filme A Ostra e o Vento (1997), direção de Walter Lima Jr.

Fernando Torres com Leandra Leal no filme A Ostra e o Vento

Fernando Torres com Leandra Leal no filme A Ostra e o Vento

Fernando Torres no filme Matei Por Amor (1971), direção de Miguel  Faria Jr.

Fernando Torres no filme Matei Por Amor

Fernando Torres no filme Matei Por Amor

Fernando Torres no filme Matei Por Amor

Fernando Torres no filme Matei Por Amor

Fernando Torres com Fernanda Montenegro no filme Veja Esta Canção (1994), direção de Carlos Diegues

 Fernanda Montenegro e Paulo Gracindo em A Morta Sem Espelho (TV Rio, 1963), novela de Nelson Rodrigues, direção de Fernando Torres  

Ítalo Rossi, Carminha Brandão e Zilka Salaberry em Pouco Amor Não é Amor (TV Rio, 1963), novela de Nelson Rodrigues, direção de Fernando Torres  

Nathalia Timberg e Carlos Alberto em O Desconhecido (TV Rio, 1964), novela de Nelson Rodrigues, direção de Fernando Torres  

Reginaldo Farias e  Leila Diniz em Paixão de Outono (TV Globo, 1965), novela de Gloria Magadan, direção de Líbero Miguel, Sérgio Brito e Fernando Torres  


O elenco de Ana (TV Record, 1968), novela de Silvan Paezzo, direção de Fernando Torres  



Fernando Torres, Stênio Garcia, Osmano Cardoso, Gracindo Jr. e Gianfrancesco Guarnieri em Dez Vidas (TV Excélsior, 1969), novela de Ivani Ribeiro  


Fernando Torres com Graça Melo e Fausto Rocha Jr. em A Gordinha (TV Tupi, 1970), novela de Sérgio Jockmann 

Fernando Torres com Henrique Martins em A Gordinha 

Fernando Torres com Henrique Martins em A Gordinha 
Cláudio Marzo e Regina Duarte em Minha Doce Namorada (TV Globo, 1971), novela de Vicente Sesso, direção de Fernando Torres e Gonzaga Blota

Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo (TV Globo, 1981), novela de Manoel Carlos, direção de Roberto Talma

Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo

Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo

Fernando Torres com Tony Ramos e Lílian Lemmertz em Baila Comigo

Fernando Torres com Tony Ramos em Baila Comigo

Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo


Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo


Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo
Fernando Torres com Lílian Lemmertz em Baila Comigo

Fernando Torres e Lílian Lemmertz em Baila Comigo

Fernando Torres com Raul Cortez e Fernanda Montenegro em Baila Comigo

Fernando Torres com Carlos Kroeber em Terras do Sem Fim (TV Globo, 1981), novela de Walter George Durst, direção de Herval Rossano

Fernando Torres com Eva Todor, Ruth de Souza e Otavio Augusto em Sétimo Sentido (TV Globo, 1982), novela de Janete Clair, direção de Roberto Talma

Fernando Torres (em pé, à esquerda) com o elenco de Sétimo Sentido 

Fernando Torres com Miriam Pires em Sétimo Sentido 

Fernando Torres com Sônia Clara em Sétimo Sentido 

Fernando Torres com Arlete Salles em Louco Amor (TV Globo, 1983), novela de Gilberto Braga, direção de Pulo Ubiratan

Fernando Torres com Arlete Salles em Louco Amor

Fernando Torres com Arlete Salles em Louco Amor

Fernando Torres com Arlete Salles em Louco Amor

Fernando Torres com Glória Pires em Louco Amor

Fernando Torres no palco


Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog TUDO ISSO É TV (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), Banco de Conteudos Culturais (www.bcc.org.br), sites diversos da Internet




Nenhum comentário:

Postar um comentário