segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

WALTER AVANCINI O DIRETOR ARTESÃO

 

Nunciato Walter Abreu Avancini nasceu em São Caetano do Sul, na grande São Paulo, no dia 18 de abril de 1935. Começou sua carreira aos 9 anos de idade como ator mirim na Rádio Difusora e aos 12 anos estrelou seu primeiro filme, Quase no Céu, sob a direção de Oduvaldo Viana.

Na televisão, a estreia foi em 1950, como ator de programas humorísticos na TV Tupi, e a partir de 1959, começou a dirigir teleteatros na TV Paulista. Mas foi a partir dos anos 1960, numa parceria extremamente produtiva com a autora Ivani Ribeiro na TV Excélsior, que Walter Avancini deslanchou como grande diretor de telenovelas, produzindo grandes êxitos que marcaram época, como A Deusa Vencida, de 1965, na qual lançou Regina Duarte, A Grande Viagem, O Terceiro Pecado e As Minas de Prata, um épico baseado na obra de José de Alencar.

Era um diretor artesanal, ousado, inovador e  bastante exigente, mas apaixonado pelos atores.  Transformou Sonia Braga na personificação irretocável de Gabriela, obra prima adaptada da obra de Jorge Amado; e colocou a bela Bruna Lombardi para viver o jagunço Diadorim em Grande Sertão: Veredas, outra de suas obras primas, baseada no clássico de Guimarães Rosa.

Pelas suas mãos, atrizes como Glória Menezes, Dina Sfat, Yoná Magalhães, Elizabeth Savalla e Drica  Moraes consolidaram-se como grandes damas da teledramaturgia e entre os seus principais trabalhos destacam-se ainda as novelas, Selva de Pedra, O Semideus, O Rebu, Saramandaia, O Grito, Nina, Sinal de Alerta, Tocaia Grande, Mandacarú e Xica da Silva, além memoráveis minisséries e especiais, como Morte e Vida Severina;  A Morte de Quincas Berro d'Água; Avenida Paulista; Moinhos de Vento; Anarquistas Graças a Deus; Rabo de Saia; Memórias de um Gigolô e  Chapadão do Bugre. 

No teatro, dirigiu espetáculos de grande sucesso como A Infidelidade ao Alcance de Todos, de Lauro César Muniz, em 1967; Mamãe, Papai Está Ficando Roxo, de Oduvaldo Viana, potagonizada por Ary Fontoura em 1973;  e A Mulher Integral, peça de Carlos Eduardo Novaes, estrelada por Yoná Magalhães e Arlete Salles, em 1976.

Sempre aguerrido, Avancini encarou desafios à frente dos departamentos de teledramaturgia da TV Bandeirantes e do SBT e de emissoras à beira da falência como a TV Tupi em sua reta final e, principalmente, a TV Manchete, onde dirigiu os últimos sucessos da emissora e lançou atores hoje consagrados como Giovanna Antonelli, Taís Araújo e Murilo Rosa.

De volta à TV Globo após o fechamento da TV Manchete, foi responsável pelo sucesso de O Cravo e a Rosa, novela adaptada de A Indomável, antigo sucesso de Ivani Ribeiro. Com a saúde bastante debilitada, Avancini reuniu antigos companheiros, para sua última empreitada, a novela A Padroeira, que, infelizmente,  não conseguiu finalizar.

O grande diretor morreu no dia 26 de setembro de  2001, aos 66 anos de idade, vítima de câncer de próstata, deixando seu nome gravado no panteão dos grandes homens de televisão e a marca indelével de um diretor rigoroso, extremamente disciplinado e extraordinariamente criativo.


Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini

Walter Avancini e Rubens Furtado

Walter Avancini e a autora Ivani Ribeiro

Walter Avancini (em pé, à dir.) com Edson França e Eloísa Mafalda num teledrama da TV Paulista (hoje TV Globo-SP)

Walter Avancini com Eloísa Mafalda na TV Paulista

Walter Avancini e Iris Bruzzi na TV Excélsior

Walter Avancini com o elenco de Ana (TV Excélsior)

Walter Avancini com Maria Estela e Sônia Oiticica em Ana

Walter Avancini com Yoná Magalhães, Tony Ramos, Carlos Alberto e Irene Ravache em Simplesmente Maria

Walter Avancini e Regina Duarte

Walter Avancini com os autores Dias Gomes e Janete Clair

Walter Avancini dirigindo Carlos Alberto e a princesa Ira de Furstenberg em Na idade do Lobo

Walter Avancini dirigindo Regina Duarte em Fogo Sobre Terra

Walter Avancini dirigindo Dina Sfat em Fogo Sobre Terra

Walter Avancini dirigindo Juca de Oliveira e Edson França em Fogo Sobre Terra


Walter Avancini com o elenco de Fogo Sobre Terra


Walter Avancini dirigindo Sônia Braga em Gabriela


Walter Avancini dirigindo Dina Sfat em Gabriela

Walter Avancini dirigindo Cláudio Marzo e Lélia Abramo no Caso Especial  Felicidade

Walter Avancini dirigindo Lima Duarte e Yara Cortes em O Rebu

Walter Avancini dirigindo Neuza Amaral em Selva de Pedra

Walter Avancini dirigindo Yara Cortes em O Grito

Walter Avancini dirigindo Fábio Jr. e Osmar Prado em Nina



Walter Avancini em ação





Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), Ilusão (Editora Abril), O Cruzeiro (Diários Associados), Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog REVISTA AMIGA & NOVELAS (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), Banco de Conteúdos Culturais (www.bcc.org.br), sites diversos da Internet


2 comentários:

  1. Oi, Orias, tudo bem?! Uma consulta: vc tem a capa da revista Cartaz n° 33 com a turma de Vila Sésamo? Desde já, agradeço. Um abraço, Augusto

    ResponderExcluir