quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

FERNANDA MONTENEGRO NO TEATRO - ANOS 1950/1960

Data de 1950, a estréia de Fernanda Montenegro no teatro. São mais de 60 anos de uma carreira gloriosa, recheada de prêmios e reconhecimento do público que não se cansa de prestigiar a grande diva do Teatro nacional. Nesta página e na página seguinte, uma retrospectiva da carreira teatral do fenômeno chamado Fernanda Montenegro. Viajemos!

Fernando Torres, Jorge Cherques, Ariston, Magalhães Graça e Walter Amendola (sentados), Cléber macedo, Beatriz Segall, Sara Dartus, Fernanda Montenegro, Nicete Bruno e Margarida Rey em As Alegres Canções da Montanha (1950),  de Julian Luchaire, direção de Ester Leão  
(* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)  

Fernanda Montenegro com Walter Amendola em As Alegres Canções da Montanha   
(* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)   

Fernanda Montenegro em As Loucuras do Imperador (1952), peça escrita e dirigida por Paulo Magalhães  

João Villaret, Samaritana Santos e Fernanda Montenegro em Está Lá fora Um Inspetor (1952), peça de J. B. Priestley, direção de João Villaret 

 Fernanda Montenegro e Francisco Dantas em A Cegonha se Diverte (1953), peça de André Roussin, direção de Henriette Morineau    (* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)  


Francisco Dantas, Henriette Morineau, Ciro Costa e Fernanda Montenegro em A Cegonha se Diverte   (* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)    

Fernanda Montenegro com Laura Suarez e Cilo Costa em Daqui Não Saio 


 Francisco Dantas, Laura Suarez, Jardel Filho, Fernanda Montenegro e Ligia Nunes em Mulheres Feias (1953), peça de Archille Saitta, direção de Henriette Morineau    
(* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)  

Francisco Dantas, Laura Suarez, Jardel Filho, Fernanda Montenegro e Ligia Nunes em Mulheres Feias (1953)

Jardel Filho e Fernanda Montenegro em Mulheres Feias (1953)

Fernanda Montenegro e Francisco Dantas em Mulheres Feias (1953)

Fernanda Montenegro, Laura Suarez, Francisco Dantas, Jardel Filho, Henriette Morineau  e Ligia Nunes em Mulheres Feias (1953)

Fernanda Montenegro com Laura Suarez e  Francisco Dantas em Mulheres Feias (1953)


Fernanda Montenegro em Mulheres Feias (1953)



Fernanda Montenegro em O Canto da Cotovia (1954), peça de Jean Anouilh, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Maria Della Costa em Com a Pulga Atrás da Orelha (1955), peça de Georges Feydeau, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Sérgio Britto e Maria Della Costa em Com a Pulga Atrás da Orelha

Fernanda Montenegro com Maria Della Costa em Com a Pulga Atrás da Orelha

Fernanda Montenegro com Manoel Carlos, Carlos Zara e Maria Della Costa em Com a Pulga Atrás da Orelha  

Fernanda Montenegro com Manoel Carlos, Carlos Zara e Maria Della Costa em Com a Pulga Atrás da Orelha  


Carminha Brandão, Ítalo Rossi, Fernanda Montenegro, Zilka Salaberry e Francisco Cuoco em Com a Pulga Atrás da Orelha 

Fernanda Montenegro em Com a Pulga Atrás da Orelha   
(* Foto de Radagazio Paraguassu)    

 Fernanda Montenegro com Fregolente em Nossa Vida Com Papai (1956), peça de Howard Lindsay e Russel Grouse, direção de Gianni Ratto  

Fernanda Montenegro com Fregolente e atores mirins em Nossa Vida Com Papai

Fernanda Montenegro com Nathália Timberg em Nossa Vida Com Papai

Fernanda Montenegro em Nossa Vida com Papai 

Fernanda Montenegro em A Matrona de Éfaso (1958), peça de Guilherme Figueiredo, direção de Alberto D´Aversa


Fernanda Montenegro com Dina Lisboa e Leonardo Villar em Eurydice, peça de Jean Anoille

Fernanda Montenegro em A Moratória (1955), peça de Jorge Andrade, direção de Gianni Ratto


Fernanda Montenegro com Elisio de Albuquerque em A Moratória (1955)


Fernanda Montenegro com Leonardo Villar em Vestir os Nús (1958), peça de Luigi Pirandello, direção de Ruggero Jacobbi, no TBC

Yara Cortes, Labanca, Fernanda Montenegro, Ítalo Rossi, Sérgio Brito e Grace Moema em O Mambembe (1959), peça de Arthur Azevedo, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Yolanda Cardoso e Zilka Salaberry  em O Mambembe

Yara Cortes, Labanca, Fernanda Montenegro, Ítalo Rossi, Sérgio Brito e Grace Moema em O Mambembe 

Fernanda Montenegro com Sérgio Brito e Grace Moema em O Mambembe 

Fernanda Montenegro com Renato Consorte e Sérgio Britto em O Mambembe 


Fernanda Montenegro em O Mambembe 

Fernanda Montenegro  em O Mambembe 

Fernanda Montenegro com Napoleão Muniz Freire em A Profissão da Sra. Warren (1960), peça de George Bernard Shaw, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Sérgio Britto em A Profissão da Sra. Warren (1960)

Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi em O Cristo Proclamado (1960), peça de francisco Pereira da Silva, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Sérgio Brito e Ítalo Rossi em O Cristo Proclamado 

Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi em O Médico Volante (1961), peça de Molière, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi em O Médico Volante

Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi em O Velho Ciumento (1961), peça de Miguel Cervantes, direção de Gianni Ratto

Carminha Brandão, Fernanda Montenegro e Zilka Salaberry em O Velho Ciumento  

Fernanda Montenegro com Sérgio Britto em Os Ciúmes de Um Pedestre (1961), peça de Martins Pena, direção de Gianni Ratto


Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi em O Beijo no Asfalto (1961), peça de Nélson Rodrigues, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Maria Esmeralda e Zilka Salaberry em O Beijo no Asfalto  

Fernanda Montenegro com Suely Franco e Zilka Salaberry em O Beijo no Asfalto 

Fernanda Montenegro com Osvaldo Loureiro em O Beijo no Asfalto  

Fernanda Montenegro com Maria Esmeralda e Francisco Cuoco em O Beijo no Asfalto  

Fernanda Montenegro com Suely Franco e Osvaldo Loureiro em O Beijo no Asfalto  

Fernanda Montenegro com Ítalo Rossi e Cláudio Correia e Castro em O Homem, a Besta e a Virtude (1962), peça de Luigi Pirandello, direção de Gianni Ratto

Fernanda Montenegro com Osvaldo Loureiro em Mary, Mary (1963), peça de Jean Kerr, direção de Adolfo Celi    (* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)  

Fernanda Montenegro com Leonardo Villar em Mary, Mary   
(* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)   

Fernanda Montenegro com Osvaldo Loureiro em Mary, Mary  

Fernanda Montenegro com Sônia Clara em Mary, Mary 
  (* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)  

Fernanda Montenegro em Mary, Mary   
(* Foto de Carlos Moskovics - Estúdio Carlos)    

Fernanda Montenegro em Mary, Mary

Fernanda Montenegro em Mary, Mary  

Fernanda Montenegro com Sebastião Vasconcelos  em Mirandolina (1964), peça de Carlo Goldoni, direção de Gianni Ratto   (* Foto de Waldyr de Souza) 

Fernanda Montenegro com Milton Carneiro em Mirandolina     
(* Foto de Waldyr de Souza)  

Fernanda Montenegro com Milton Moraes e Ítalo Rossi em Mirandolina


Fernanda Montenegro em Mirandolina


Fernanda Montenegro com Cláudio Correia e Castro e Sérgio Brito em O Homem do Princípio ao Fim (1966), peça de Millor Fernandes direção de Fernando Torres

Fernanda Montenegro em O Homem do Princípio ao Fim   
(* Foto de Paulo Lorgus) 

Fernanda Montenegro com  Sérgio Brito e Fernando Torres em O Homem do Princípio ao Fim  

Fernanda Montenegro com Delorges Caminha em A Volta ao Lar (1967), peça de Harold Pinter direção de Fernando Torres    (* Foto de Antônio Costa)

Fernanda Montenegro com Sérgio Brito em A Volta ao Lar 

Fernanda Montenegro com Paulo Padilha em A Volta ao Lar

Fernanda Montenegro com Paulo Padilha em A Volta ao Lar

Fernanda Montenegro com Paulo Padilha em A Volta ao Lar

Fernanda Montenegro com Luiz Linhares em A Volta ao Lar

Fernanda Montenegro em Marta Saré (1968), peça de Gianfrancesco Guarnieri direção de Fernando Torres

Fernanda Montenegro com Jorge Dória em Plaza Suite (1970), peça de Neil Simon direção de João Bithencourt 

Fernanda Montenegro com Jorge Dória e Sandra Bréa em Plaza Suite

Fernanda Montenegro com Jorge Dória e Sandra Bréa em Plaza Suite


Fernanda Montenegro com Jorge Dória em Plaza Suite

Fernanda Montenegro com Jorge Dória em Plaza Suite

Fernanda Montenegro com Jorge Dória em Plaza Suite

Fernanda Montenegro com Jorge Dória em Plaza Suite

Fernanda Montenegro em Plaza Suite

Fernanda Montenegro em Plaza Suite
 

Fernanda Montenegro em Plaza Suite


Fernanda Montenegro em Plaza Suite

Fernanda Montenegro em Oh! Que Belos Dias (1970), peça de Samuel Beckett direção de Ivan de Albuquerque

Fernanda Montenegro em Oh! Que Belos Dias (1970)

Fernanda Montenegro e Leonardo Villar

Fernanda Montenegro e Sérgio Brito em A Mulher de Todos Nós

Fernanda Montenegro e Sérgio Brito em A Mulher de Todos Nós

Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi em A Mulher de Todos Nós


Fernanda Montenegro com Alde de Maio, Sérgio Britto  e Ítalo Rossi em A Mulher de Todos Nós

Fernanda Montenegro em A Mulher de Todos Nós

Fernanda Montenegro e Fernando Torres em A Mulher de Todos Nós

Mirandolina
 

Mart Tyrone - 2000 anos de teatro



Oh, Que Belos Dias
 

O Velho Ciumento

O Beijo no Asfalto

Mary, Mary

O Amante de Madame Vidal

O Amante de Madame Vidal


O Amante de Madame Vidal






Veja também a postagem FERNANDA MONTENEGRO NO TEATRO ANOS 1970-2000
https://astrosemrevista.blogspot.com/2012/12/fernanda-montenegro-no-teatro-anos-1970.html


Fotos: Acervo de Fernanda Montenegro, publicados nas diversas biografias da atriz

3 comentários:

  1. excelente acervo desta grende atriz

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde. Sou de Passo Fundo/RS e estou escrevendo um livro sobre o ator Delorges Caminha, meu conterrâneo, para que sua imagem fique na história da terra que o viu nascer. Já de posse de autorização familiar, peço-lhe, dentro do possível, se podes me fornecer cópia da imagem em que Delorges segura a mão de Fernanda Montenegro (A volta ao lar - 1967)para compor o acervo de fotos, estas, inclusive, dificeis de serem encontradas. E, ainda, se algum material a mais possuir ou até contato com a atriz Fenanda Montenegro para possível coleta de depoimento. Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Marcos, as fotos postadas nesse blog não são de minha propriedade. São fotos digitalizadas de antigas revistas. Quanto ao contato com a atriz Fernanda Montenegro, infelizmente não o tenho, pois não a conheço pessoalmente. Sou apenas um admirador de seu trabalho. abs.
      Orias Elias

      Excluir