sábado, 18 de dezembro de 2021

FRANCISCO MILANI O IRASCÍVEL SARAIVA

 

Francisco Ferreira Milani, nasceu em São Paulo no dia 19 de novembro de 1936. Filho do também ator Carlo Milani e uma professora de piano, começou na carreira artística  aos 13 anos de idade, numa rádio do interior de São Paulo. Como pianista, tocava em boates e no rádio apresentava programas com locutor.

Entrou para a TV Tupi no final da década de 1950, onde atuou nos teleteatros dos programas TV de Comédia e  TV de Vanguarda.

A convite do dramaturgo Oduvaldo Viana Filho, trabalhou no Centro Popular de Cultura, o CPC, na União Nacional dos Estudantes e presenciou a invasão e o incêndio da sede do CPC na época do golpe militar de 1964. Foi então obrigado a se afastar da vida artística durante 2 anos, período em que correu o Brasil todo, trabalhando como caminhoneiro e usando o nome falso de Romeu.

Em 1970, passou a viver no Rio de Janeiro e retomou a carreira artística, atuando em pequenos papéis em 3 novelas de Janete Clair: Irmãos Coragem, O Homem que Deve Morrer e Selva de Pedra. Também atuou em Cavalo de Aço, novela de Walther Negrão, em 1973. Ainda nos anos 1970 integrou o elenco das novelas Aritana, Roda de Fogo e Gaivotas, na TV Tupi.

De volta à TV Globo em 1981, participou das novelas Brilhante, Elas por Elas, Champagne, Barriga de Aluguel e Vamp, além das minisséries Bandidos da Falange, Riacho Doce, Engraçadinha, Aquarela do Brasil e Anos Rebeldes. Também integrou o elenco da série Armação Ilimitada e trabalhou nos humorísticos Chico Anysio Show, A Grande Família, Escolinha do Professor Raimundo e Zorra Total, seu último trabalho na televisão, na pele do mal humorado Saraiva.

Na televisão, Francisco Milani também trabalhou como diretor dos programas Viva o Gordo, de Jô Soares, e Chico Anysio Show.

No cinema, participou de filmes clássicos, entre eles, Crime no Sacopã de Roberto Pires; Terra em Transe, de Glauber Rocha; O Coronel e o Lobisomem e Eles Não Usam Black-tie.

Francisco Milani integrou o elenco de mais de 40 peças no teatro, entre elas, Barrela, de Plinio Marcos, Amor em Campo Minado, de Dias Gomes, Estranhos Casais, de Chico Anysio,  Bodas de Papel, de Maria Adelaide Amaral; Terror e Miséria no 3º. Heich, de Brecht, Gota d´Água, de Paulo Pontes e Chico Buarque, A Capital Federal, de Arthur Azevedo e Dona Xepa, de Pedro Bloch, entre outras.

Foi também narrador, dublador e político atuante. Trabalhou para o Fantástico e, entre os anos 1994 e 1997, foi locutor do programa Casseta & Planeta, Urgente!.

Na área de dublagem, emprestou sua voz ao protagonista do seriado Magnum (vivido por Tom Selleck), entre dezenas de outros.

O incansável e talentoso Milani morreu aos 68 anos, no dia 13 de agosto de 2005, no Rio de Janeiro, devido a um edema pulmonar agudo, consequência de um câncer.



Francisco Milani

Francisco Milani

Francisco Milani

Francisco Milani

Francisco Milani com Jô Soares no programa Viva o Gordo

Francisco Milani com Jô Soares no programa Viva o Gordo

Francisco Milani com Bibi Ferreira na peça Gota D´Água

Francisco Milani com Bibi Ferreira na peça Gota D´Água

Francisco Milani com Bibi Ferreira na peça Gota D´Água

Francisco Milani com Suely Franco na peça A Capital Federal

Francisco Milani com Berta Loran na peça Alegro Desbum

Francisco Milani com Chico Ozanan na peça Muitos Anos de Vida


Francisco Milani com Renato Borghi na peça Murro em Ponta de Faca

Francisco Milani no teatro 


Francisco Milani com Vanda Lacerda e Arthur Costa Filho na peça Dona Xepa

Francisco Milani com Elizangela, João Carlos Barroso e Marcelo Picchi na peça Viva Sem Medo Suas Fantasias Sexuais


Francisco Milani com Ester Góes na peça Como Se Fosse Um crime

Francisco Milani com Ivan Cãndido e Suzana Faini no filme O Último Malandro

Francisco Milani com Ivan Cândido no filme Pecado na Sacristia

Francisco Milani com Milton Gonçalves e Gianfrancesco Guarnieri no filme Eles não usam Black-tie

Francisco Milani com Milton Gonçalves no filme Eles não usam Black-tie

Francisco Milani com Milton Gonçalves no filme Eles não usam Black-tie

Francisco Milani com Milton Gonçalves no filme Eles não usam Black-tie

Francisco Milani com Dorinha Duval na novela Selva de Pedra (TV Globo, 1972)

Francisco Milani com Dorinha Duval na novela Selva de Pedra (TV Globo, 1972)

Francisco Milani na novela Cavalo de Aço (TV Globo, 1973)

Francisco Milani com Jorge Dória na novela Aritana (TV Tupi, 1977)

Francisco Milani com Geórgia Gomide na novela Aritana (TV Tupi, 1977)


Francisco Milani com Eva Wilma na novela Roda de Fogo (TV Tupi, 1978)

Francisco Milani com Rubens de Falco na novela Gaivotas (TV Tupi, 1979)

Francisco Milani com Nadia Lippi no caso Verdade  Ano Novo, Vida Nova (TV Globo, 1984)

Francisco Milani com Andreia Beltrão no seriado Armação Ilimitada (TV Globo, 1985)

Francisco Milani com Andreia Beltrão no seriado Armação Ilimitada (TV Globo, 1985)

Francisco Milani com Chica Xavier e Gracindo Jr. na minissérie Tenda dos Milagres (TV Globo, 1985)

Francisco Milani com Angela Leal e a menina Gabriela Alves na minissérie Tenda dos Milagres (TV Globo, 1985)

Francisco Milani na minissérie Tenda dos Milagres (TV Globo, 1985)


Francisco Milani com Anilza Leoni na novela Barriga de Aluguel (TV Globo, 1990)

Francisco Milani na novela Vamp (TV Globo, 1991)

Francisco Milani com Stella Freitas no programa Zorra Total  (TV Globo, 1999)

Francisco Milani com Stella Freitas no programa Zorra Total  (TV Globo, 1999)







Fotos - acervo de Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), Ilusão (Editora Abril), O Cruzeiro (Diários Associados), Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo, Imprensa Oficial, Blog REVISTA AMIGA & NOVELAS (Césio Gaudereto), site TV Globo, Site Canal Viva, Cedoc (TV Globo), Banco de Conteúdos Culturais (www.bcc.org.br), sites diversos da Internet











Nenhum comentário:

Postar um comentário