domingo, 19 de fevereiro de 2012

Joana Fomm - a Rainha das malvadas

Quem diria! a belissima Joana Fomm, estrela de cinema e de inúmeras novelas na TV Tupi, sempre no papel de boa moça, se transformaria numa referência nacional quando o assunto é malvadas das novelas. Joana Fomm segue à risca a frase atribuída à atriz americana Bette Davis "Quando eu sou boa eu sou ótima, mas quando eu sou má, sou melhor ainda".  Tudo começou por acaso, quando Joana substituiu, às pressas, a atriz Norma Benguel no papel de Yolanda Pratini em Dancin´ Days (TV Globo, 1977), estrondoso sucesso de Gilberto Braga. Daí pra frente Joana Fomm virou a unanimidade que todo mundo conhece. Prova de seu imenso talento!

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm com seu pai na sua festa de formatura
Joana Fomm e Luiz Carlos de Morais, casamento rápido, mas feliz 

Joana Fomm e Luiz Carlos de Morais
Joana Fomm e Agildo Ribeiro: outro casamento rápido.

Adriano Reys e Joana Fomm no programa Noite de Gala (TV Rio, 1962)

 Marilda Pedroso, Etty Frazer, Marilu Martinelli, Irene Ravache, Ribeiro Filho e Joana Fomm no programa  Elas Por Ele (TV Tupi, 1970)

Joana Fomm no filme A Noite do Meu Bem (1969), direção de Jece Valadão  

Joana Fomm no episódio O Artesanato de Ser Mulher, do filme Elas (1970), direção de José Roberto Noronha 

Joana Fomm com Marcelo Picchi no filme As Noites de Iemanjá (1971), direção de Maurice Capovilla
Joana Fomm com Marcelo Picchi no filme As Noites de Iemanjá (1971)

Joana Fomm com Sérgio Hingst no filme As Noites de Iemanjá (1971)

Joana Fomm com Sérgio Hingst no filme As Noites de Iemanjá (1971)

Joana Fomm com Paulo Cesar Pereio no filme Gamal - O Delírio do Sexo (1970), direção de João Batista de Andrade

Joana Fomm com Paulo Cesar Pereio no filme Gamal - O Delírio do Sexo (1970)

Joana Fomm com Osvaldo Loureiro no filme Um Morto ao Telefone

Joana Fomm com David José no filme Contos Eróticos (1977) 

Joana Fomm com Paulo José no filme A Vida Provisória (1968), direção de Maurício Gomes Leite 

Joana Fomm no filme Um Brasileiro Chamado Rosaflor

Joana Fomm no filme Um Brasileiro Chamado Rosaflor

Joana Fomm no filme Um Brasileiro Chamado Rosaflor

Joana Fomm no filme Um Brasileiro Chamado Rosaflor

Joana Fomm com Milton Moraes no filme Beijo Na Boca

Joana Fomm com Cláudia Ohana no filme Beijo Na Boca (1982), direção de Paulo Sérgio de Almeida 

Joana Fomm no filme Contos Eróticos 

Joana Fomm com Cassio Martins no filme Contos Eróticos

Joana Fomm no filme Vai Trabalhar Vagabundo II - a Volta

Joana Fomm com Gláucio Gil em  Toda Donzela Tem Um Pai Que é Uma Fera

Joana Fomm em Toda Donzela Tem Um Pai Que é Uma Fera

Joana Fomm com Daniel Filho, Artur Costa Filho e Gláucio Gil em Toda Donzela Tem Um Pai Que é Uma Fera

Joana Fomm na peça As Pequenas Raposas

Joana Fomm na peça Uma Vez Mais

Joana Fomm 
Joana Fomm  

Joana Fomm - álbum de figurinhas da Revista Romântica   

Joana Fomm 
Joana Fomm   


Joana Fomm na novela  Ídolo de Pano 
Joana Fomm    
Joana Fomm 
Joana Fomm com Walmor Chagas e Lídia Brondi no Baile das Atrizes

Joana Fomm com Walmor Chagas e Lídia Brondi no Baile das Atrizes

Joana Fomm com Roberto Bolant num Festival de Cinema em Santos

Joana Fomm com o filho 

Joana Fomm 

Joana Fomm 
Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm


Joana Fomm 

Joana Fomm 
Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm 
Joana Fomm

Joana Fomm 

Joana Fomm 
Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm

Joana Fomm
Joana Fomm
Joana Fomm
Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm

Joana Fomm 

Joana Fomm 

Joana Fomm com Adriano Reys no programa Noite de Gala (1962) 

Joana Fomm


fotos - acervo de Orias Elias - revistas Cartaz, amiga, Sétimo Céu, contigo, romântica, jornal Folha de São Paulo

Um comentário:

  1. Michael Carvalho Silva1 de julho de 2020 23:01

    Joana Fomm sempre belíssima e excelente atriz, uma linda e ilustre diva brasileira cuja vilã que mais me marcou desde a infância foi a Lúcia Gouvêia da antiga novela global "Corpo A Corpo" que por sua vez é uma personagem fictícia com quem eu sempre me identifiquei sem contar que nessa mesma novela Joana também contracenou com a igualmente belíssima e estonteante Mila Moreira, outra grande e maravilhosa diva e estrela brasileira. Joana Fomm também virou um dos maiores e mais sensuais e cobiçados símbolos sexuais brasileiros de todos os tempos após ter aparecido deslumbrantemente nua e em pleníssima forma no clássico filme erótico nacional "Espelho De Carne" durante a década de oitenta do século vinte, época da minha própria infância.

    ResponderExcluir