domingo, 8 de janeiro de 2012

Dina Sfat - O Talento em forma de mulher

Dina Sfat foi uma das maiores atrizes do Brasil. Dona de uma forte personalidade, não se dobrou a qualquer esquema que poderia tê-la tornado apenas mais uma estrela da TV. Ela quis e foi além disso. Vinda do teatro, a ele retornou sempre que possivel. No cinema destacou-se em inúmeros filmes e na TV impôs-se como uma atriz de grande envergadura. Era também uma mulher que não se esquivava de tomar posição por aquilo que ela considerava certo. Dina Sfat foi uma mulher que não apenas passou pela vida, ela viveu intensamente e deixou um rastro indelével de talento em todos os seus trabalhos. Morreu no dia 20 de Março de 1989, aos 50 anos, vítima de um câncer no seio, privando uma legião de fãs de seu imenso talento. Dina Sfat foi, sem sombra de dúvidas, uma atriz maior, inesquecível para quem teve, como eu, o privilério de ver seus trabalhos no palco, na TV e no cinema.

DINA SFAT

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga em 1974  

Dina Sfat em O Homem Que Deve Morrer (TV Globo, 1971). Na novela de Janete Clair, ela interpretou Vanda Vidal

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga em 1971  

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga em 1971  

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga

Dina Sfat em foto publicada site TV Globo  

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga  
Dina Sfat

Dina Sfat em foto publicada na revista Amiga  

Dina Sfat em foto publicada na revista  Intervalo em 1971  
Dina Sfat

Dina Sfat


Dina Sfat em foto publicada na revista Contigo em 1972  

Dina Sfat na entrega do Troféu Helena Silveira - Melhor atriz de TV em 1972 por Selva de Pedra - foto publicada na revista Amiga
Dina Sfat no Programa Silvio Santos, recebendo o Troféu Imprensa de Melhor Atriz da TV de 1974 por sua atuação em Fogo Sobre Terra
Dina Sfat no Programa Silvio Santos, recebendo o Troféu Imprensa
Dina Sfat com as amigas Renata Sorrah , Yoná Magalhães e Glória Menezes na revista Manchete

Dina Sfat em foto publicada na revista Sétimo Céu

Dina Sfat em foto publicada na capa da revista Amiga  

Dina Sfat em foto publicada num álbum da revista Romântica  

Dina Sfat em foto publicada num álbum da revista Romântica  

Dina Sfat em foto publicada num álbum de figurinhas da Editora Rio Gráfica e Editora Ltda em 1980  
Antes de morrer, Dina Sfat, com a colaboração da jornalista Mara Caballero, escreveu o livro biográfico Palmas Pra Que Te Quero, editado pela Editora Nórdica Ltda

Em 2005, o diretor e produtor Antônio Gilberto, grande amigo da atriz, organizou o livro Dina Sfat Retratos de Uma Guerreira  para a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, além de organizar uma grande exposição sobre a atriz que percorreu as principais capitais do país
Outra leitura obrigatória é o fabuloso depoimento dado ao ator e jornalista Simon Khoury para a série Bastidores, editado pela editora Letras e Expressões

Dina Sfat com Roberval Rocha, Carlos Eduardo Dolabela e José Wilker numa fotonovela da revista Cartaz 
Dina Sfat e paulo José numa fotonovela da revista Cartaz 

Dina Sfat com Arlete Salles e Carlos Eduardo Dolabela - fotonovela da revista Cartaz 

Dina Sfat com Agnaldo Rayol numa fotonovela da revista Sétimo Céu  

Dina Sfat com Agnaldo Rayol numa fotonovela da revista Sétimo Céu  
Além de novelas, Dina Sfat participou do programa Caso Especial da TV Globo. Na foto ela aparece com Roberto Bonfim e Angelito Mello em O Caminho das Pedras Verdes
Dina Sfat com Lidia Brondi no Caso Especial  A Ilha das Cabras 
Dina Sfat com Heloisa Helena no Caso Especial  O Preço de Cada Um (1973)

Dina Sfat com Lidia Brondi no Caso Especial  A Ilha das Cabras (1979) 

Dina Sfat com Yvan Mesquita no Caso Especial  Quincas berro D´Água (1978)
Dina Sfat com Francisco Cuoco no Caso Especial  O Cso da Lua Cheia (1972)

Dina Sfat com Juca de Oliveira no Caso Especial Praias Desertas (TV Globo, 1972), escrito por Gilberto Braga   
Dina Sfat com Juca de Oliveira no Caso Especial Praias Desertas  
Dina Sfat no Caso Especial Quem Tem medo de Shirley Temple

Dina Sfat com Francisco Cuoco em Eu Prometo, de Janete Clair (TV Globo, 1983). Foi o último trabalho da grande novelista que viria a falecer antes do término da novela, finalizada por Glória Perez - Foto publicada no site TV Globo.
Dina Sfat com Renée de Vielmond em Eu Prometo 
Dina Sfat em Eu Prometo 
Dina Sfat com Francisco Cuoco em Eu Prometo
Dina Sfat com  Malu Mader em Eu Prometo

Dina Sfat com Francisco Cuoco em Eu Prometo

Dina Sfat com Walmor Chagas em Eu Prometo

Dina Sfat com Francisco Cuoco em Eu Prometo

Dina Sfat com Francisco Cuoco, Malu Mader, Fernanda Torres e Julia Lemmertz em Eu Prometo

Dina Sfat num dos seus mais controvertidos trabalhos: a Paloma de Os Gigantes (TV Globo, 1979). Dina havia pedido o papel ao autor Lauro César Muniz, mas no decorrer da novela  ficou extremamanente descontente com os rumos da personagem. Seu desgosto foi tamanho que depois desse trabalho ela ficou um longo período longe das novelas. 
Dina Sfat com Tarcísio Meira em Os Gigantes 
Dina Sfat com Tarcísio Meira em Os Gigantes 
Dina Sfat com Francisco Cuoco, Tarcísio Meira. Joana Fomm e Suzana Vieria em Os Gigantes 
Dina Sfat com Tarcísio Meira em Os Gigantes
Dina Sfat em Os Gigantes
Dina Sfat com  Joana Fomm e Suzana Vieria em Os Gigantes 

Um outro papel que Dina Sfat desempenhou com perfeição foi o de mãe amorosa de três meninas, todas nascidas em meio às gravações de suas novelas.  Foto publicada na revista Sétimo Céu
Em O Homem Que Deve Morrer (TV Globo,1971) Dina Sfat foi Vanda Vidal, uma mulher temida por todos. 
Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer 
Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer 
Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer  
Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer   
Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer   

Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer

Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer

Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer

Dina Sfat e Paulo José em O Homem Que Deve Morrer


Dina Sfat em O Homem Que Deve Morrer
Dina Sfat e Ney Latorraca em Rabo de Saia (TV Globo, 1984), minissérie de walter George Durst, direção de Walter Avancini  
Dina Sfat e Ney Latorraca em Rabo de Saia


Dina Sfat em Bebê a Bordo, sua última novela
Dina Sfat em Bebê a Bordo (TV Globo, 1988), novela de Carlos Lombardi   
Dina Sfat com Paulo Figueiredo em Bebê a Bordo  
Dina Sfat com Armando Bógus em Bebê a Bordo 
Dina Sfat com Ary Fontoura em Bebê a Bordo
Dina Sfat com Paulo Figueiredo em Bebê a Bordo 
Dina Sfat

Dina Sfat, a estrela brilha
Roberto Bonfim, Regina Duarte, Tony Ramos e Dina Sfat  

Carlos Vereza, Renata Sorrah, Dina Sfat e Djenane Machado nos anos 1970  

Dina Sfat mãe

Dina Sfat com Paulo José e as filhas

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 
Dina Sfat 

Dina Sfat 
Dina Sfat 
Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 

Dina Sfat 
Dina Sfat 

Dina Sfat 
Dina Sfat 
Dina Sfat  
Dina Sfat  
Dina Sfat 

Dina Sfat 


Dina Sfat 

Dina Sfat 
Dina Sfat

Dina Sfat


















 Acervo de Fotos: Orias Elias - revistas Amiga (Bloch Editores), Contigo (Editora Abril), Sétimo Céu (Bloch Editores), Romântica (Editora Vecchi), Melodias  (Editora APA), Manchete (Bloch Editores), Cartaz (Rio Gráfica e Editora SA), Intervalo (Editora Abril), O Cruzeiro, Jornais Diário de São Paulo, Folha de São Paulo

2 comentários:

  1. Em dado momento diz que "Eu Prometo" foi a última novela da atriz. Mais abaixo, diz que foi "Bebê a Bordo". Corrijam esse equívoco. A última novela foi Bebê a Bordo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. À GUISA DE ESCLARECIMENTO: O TEXTO DIZ QUE "EU PROMETO" FOI O ÚLTIMO TRABALHO DA GRANDE NOVELISTA (NO CASO JANETE CLAIR) E NÃO DA ATRIZ...

      Excluir